Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Parecer da reforma tributária deve ser apresentado para grupo de trabalho na Câmara até dia 6, diz relator

    Aguinaldo Ribeiro disse estar confiante no resultado da apreciação, por considerar que se trata de uma "matéria de Estado" e que, mesmo com discordâncias, tem amplo apoio

    Ribeiro conversou com jornalistas após reunião com o ministro da pasta, Fernando Haddad, no ministério
    Ribeiro conversou com jornalistas após reunião com o ministro da pasta, Fernando Haddad, no ministério Foto: Câmara dos Deputados

    Da Reuters

    O relator da reforma tributária, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), afirmou nesta terça-feira (23) que seu relatório deverá ser apresentado para o grupo de trabalho da proposta na Câmara dos Deputados até o dia 6 de junho.

    “A idéia é que a gente continue conversando com o Ministério (da Fazenda) para, nessa reta final, nós podermos endereçar os temas para finalizar o nosso relatório e apresentá-lo ao grupo de trabalho no dia 6 de junho”, disse Ribeiro a jornalistas após reunião com o ministro da pasta, Fernando Haddad, no ministério.

    “O próprio presidente Arthur Lira falou que não entrará em recesso sem apreciar a reforma tributária, então a ideia é que logo em seguida (à apresentação) se tenha essa data definida”, garantiu.

    Ribeiro disse estar confiante no resultado da apreciação, por considerar que se trata de uma “matéria de Estado” e que, mesmo com discordâncias, tem amplo apoio.

    “Eu acho que ela está muito madura. Tem um sentimento geral no país de que o nosso sistema tributário está exaurido. Portanto, acho que esse consenso existe. Não vejo ninguém dizer que não é necessária uma reforma tributária”, afirmou.

    O relator também destacou que a reforma e o novo marco fiscal são medidas complementares para ampliar a arrecadação e administração de recursos públicos de forma mais sustentável.

    “Acho que a aprovação do arcabouço também vai ser muito importante para nós”, afirmou, argumentando que a reforma tributária trará crescimento econômico à medida que possa proporcionar uma base mais ampla e aumente a arrecadação.