Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Preços dos combustíveis seguirão em queda após redução da Petrobras, diz ValeCard

    Valores da gasolina e diesel tinham registrado baixa na segunda semana de maio e devem continuar pressionados nos postos

    Preço da gasolina vendida nas refinarias da Petrobras será reduzido em R$ 0,40 o litro e o diesel terá um corte de R$ 0,44 o litro
    Preço da gasolina vendida nas refinarias da Petrobras será reduzido em R$ 0,40 o litro e o diesel terá um corte de R$ 0,44 o litro Reuters/Amanda Perobelli

    da Reuters

    Os preços da gasolina e diesel, que tinham registrado uma baixa na segunda semana de maio, devem seguir pressionados nos postos após a redução anunciada para esta quarta-feira pela Petrobras, avaliou um especialista da ValeCard, empresa que realiza levantamento de cotações de combustíveis com base em transações em mais de 25 mil estabelecimentos.

    O preço da gasolina vendida nas refinarias da Petrobras a partir de quarta-feira será reduzido em R$ 0,40 o litro, ou 12,6%, e o diesel terá um corte de R$ 0,44 o litro, ou quase 13%, informou na estatal.

    Já o prazo dos repasses de preço da Petrobras pelas distribuidoras e postos é mais difícil de se prever, afirmou Brendon Rodrigues, Head de inovação e portfólio na ValeCard, empresa especializada em soluções de gestão de frotas.

    “A questão de prazo é meramente especulativo. Quando tem aumento de preço, acontece basicamente instantaneamente (o repasse). Quando é redução de preço, existe uma questão de diminuição de estoque, aquisição de estoque… estima-se que leva-se até 15 dias para ter reflexo nas bombas”, disse ele à Reuters.

    “O impacto não será imediato, pois os distribuidores já adquiriram combustível com o preço anterior. Logo, a nova política de preços serve para futuras compras. A partir daí observaremos o impacto nos preços da gasolina e diesel nos postos”, disse.

    Ele afirmou ainda que normalmente tem alguma apropriação de valores de custos e fretes na cadeia de distribuição, então é possível que o repasse das reduções da Petrobras não chegue integralmente aos consumidores.

    Segundo levantamento da ValeCard, os preços de combustíveis tiveram reduções na segunda semana de maio em relação à semana anterior. A gasolina caiu 0,72%, o etanol hidratado 1,7% e diesel 2,72%.