Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Produtos mais procurados na Black Friday são os mais tributados, mostra pesquisa

    Impostos governamentais representam mais de 70% do valor total dos aparelhos eletrônicos

    Segmento dos eletrônicos é o que mais sofre com as tributações tarifárias, segundo IBPT
    Segmento dos eletrônicos é o que mais sofre com as tributações tarifárias, segundo IBPT Foto: Paulo Whitaker/ Reuters

    Lucas Janoneda CNN

    no Rio de Janeiro

    Um levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) mostra que os produtos mais buscados pelos brasileiros na Black Friday estão também entre os mais impactados pelos impostos governamentais, tanto estaduais quanto federais.

    A data, uma das mais importantes para o varejo nacional e que promete grandes descontos aos consumidores, acontece na sexta-feira 25 de novembro.

    O segmento dos eletrônicos é o que mais sofre com as tributações tarifárias, segundo o IBPT. O estudo mostra que um aparelho de videogame comercializado no Brasil, por exemplo, tem 72% do valor composto por tributos. Sem impostos, o custo de um Playstation 5 nas lojas brasileiras cairia de R$ 6 mil para pouco menos de R$ 2 mil.

    Ainda de acordo com o IBPT, os impostos também representam parcela importante do valor total de um smartphone no país: 68%. Ou seja, o valor de um iPhone 13 passaria de R$ 9,2 mil para R$ 2,8 mil, caso os tributos governamentais não fossem embutidos.

    “Precisamos trazer clareza às questões de tributação no Brasil. Quando o consumidor vai ao shopping, ele não sabe quanto é pago de tributo e quanto é o custo, de fato, do produto. O ideal seria criar mecanismos que facilitem essa análise por parte do cliente”, destaca Cláudio Carneiro, professor de Direito Tributário e Compliance da Faculdade Instituto.

    Em segundo lugar no ranking de setores que mais sofrem taxação de impostos, após os eletrônicos, estão os eletrodomésticos. De acordo com o levantamento, quase metade do preço de uma geladeira no Brasil é composta por impostos.

    Vale destacar que os produtos importados, ao chegarem no Brasil, têm seus custos acrescidos de tributos, como o imposto sobre produtos industrializados (IPI), o PIS/COFINS, taxa imposta pelo governo federal, e o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), cobrado pelos estados brasileiros.

    Confira a taxação de impostos em cima de outros produtos no Brasil:

    Máquina fotográfica: 48,21%

    Geladeira: 46,21%

    Televisor: 44,94%

    Fogão: 41,22%