Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Sam Bankman-Fried, fundador da FTX, se declara inocente de novas acusações federais

    Se condenado em todas as acusações, ele pode enfrentar mais de 155 anos de prisão; julgamento foi marcado para outubro

    Bankman-Fried, de 31 anos, está fora da prisão sob fiança de US$ 250 milhões, aguardando julgamento em prisão domiciliar na casa de seus pais em Palo Alto, Califórnia
    Bankman-Fried, de 31 anos, está fora da prisão sob fiança de US$ 250 milhões, aguardando julgamento em prisão domiciliar na casa de seus pais em Palo Alto, Califórnia REUTERS/Eduardo Munoz

    Kara Scannellda CNN

    em Nova York

    Sam Bankman-Fried, fundador da falida plataforma de negociação de criptomoedas FTX, se declarou inocente de cinco novas acusações federais de fraude e conspiração, incluindo uma acusação de conspiração para subornar funcionários do governo chinês.

    Um advogado de Bankman-Fried entrou com o pedido em nome de seu cliente, que estava sentado ao lado dele no tribunal de Nova York na quinta-feira (30).

    Anteriormente, ele se declarou inocente de outras oito acusações decorrentes do que os promotores descreveram como uma das maiores fraudes financeiras da história dos Estados Unidos.

    No início desta semana, os promotores federais apresentaram uma 13ª acusação criminal contra Bankman-Fried, acusando-o de subornar “um ou mais” funcionários do governo chinês com US$ 40 milhões em criptomoedas.

    Na última acusação, os promotores alegaram que Bankman-Fried tentou pagar autoridades chinesas para descongelar contas pertencentes a seu fundo de hedge, Alameda Research. As contas, que o governo chinês havia congelado, continham mais de US$ 1 bilhão em ativos digitais, dizem os promotores.

    As contas foram liberadas depois que o pagamento foi transferido da conta principal de negociação da Alameda para uma carteira privada de criptomoedas, segundo a acusação.

    Fim da FTX

    Os promotores alegam que Bankman-Fried roubou depósitos de clientes da FTX para financiar apostas arriscadas em seu fundo de hedge, Alameda Research, e para canalizar contribuições para políticos americanos.

    A FTX era uma das maiores e mais badaladas plataformas de negociação de ativos digitais antes de falir em novembro.

    Bankman-Fried, de 31 anos, está fora da prisão sob fiança de US$ 250 milhões, aguardando julgamento em prisão domiciliar na casa de seus pais em Palo Alto, Califórnia.

    Bankman-Fried, cuja ascensão metódica e queda repentina no final do ano passado chocaram a comunidade de criptomoedas, reconheceu anteriormente que estava lidando mal com seus negócios, mas negou envolvimento em fraudes.

    Três dos ex-sócios de Bankman-Fried – Gary Wang, Caroline Ellison e Nishad Singh – se declararam culpados de várias acusações e estão cooperando com os investigadores.

    Se condenado em todas as acusações, ele pode enfrentar mais de 155 anos de prisão. Um julgamento foi marcado para outubro.

    — Allison Morrow, da CNN, contribuiu com reportagens.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original