Para 'virar o jogo' na quarentena: plataformas reúnem cursos online gratuitos


Da CNN, em São Paulo
14 de abril de 2020 às 09:25
Mulher negra toma café deitada de frente para o notebook no chão da sala

Teletrabalho: conexão, mesmo que em excesso, é aliada em tempos de pandemia.

Foto: Samuel Borges Photography/Shutterstock

É a primeira vez na história recente da humanidade que as pessoas precisam ficar isoladas fisicamente durante tanto tempo. Como uma alternativa positiva, aprender algo novo a partir de cursos online é uma  maneira de utilizar melhor o tempo em casa. 
 
Há formações gratuitas que auxiliam no exercício do corpo e da mente, desde aulas de dança ou yoga online, passando por filosofia, idiomas e desenvolvimento pessoal. E quem não está conseguindo trabalhar, pode aproveitar este tempo em casa para fazer cursos de qualificação profissional na sua área de atuação. Sites como Aprimoramente Coursera oferecem esse serviço. 
 
Primeira vez
 
Para quem nunca fez um curso online antes, o procedimento é simples: a maioria dos sites pede um e-mail e uma senha para criar o login do aluno. Grande parte das plataformas digitais são em formato de videoaulas. Também há redes que oferecem conhecimento a partir de diferentes métodos como material com textos, exercícios, simulados, fórum de dúvidas, aulas ao vivo e até mesmo gamificadas (do inglês, “game” - uso de mecânicas e dinâmicas de jogos), como é o caso do Duolingo e do Babbel. Ambos oferecem cursos online e gratuitos de idiomas em formato de jogo, em que o aluno vai passando de nível à medida que aprende o conteúdo do respectivo módulo.

Capacitação à distância  

Os ramos de programação, design, marketing e negócios são os mais completos, contando com muitos cursos e MOOCs (Curso Online Aberto e Massivo, do inglês Massive Open Online Course), que são as videoaulas de universidades do mundo todo, como Harvard e Stanford, que disponibilizam os conteúdos por de plataformas internacionais como Udacity e Edx. Há também as brasileiras. USP e-aulas, FGV Online e Unicamp OCW são alguns exemplos.
 
Muitos estão aproveitando o tempo em casa para desenvolver um novo passatempo ou se aprimorar em um hobby antigo. Para quem deseja se divertir aprendendo algo novo, também há opções de plataformas de cursos livres, online e gratuitos como pintura, desenho, fotografia, artesanato, dança, canto, instrumentos musicais, e muito mais. 

Leia também:

Aulas online com o mesmo valor da presencial incomodam universitários

 
Pequenos em casa
 
Com aulas suspensas – de acordo com a Unesco, mais de 1,5 bilhões de crianças pelo mundo todo estão em casa –, os pais buscam alternativas para educar e entreter os filhos. A boa notícia é que existem muitas opções gratuitas e de qualidade para aprendizado online, como o Kahn Academy, o Pluga Cuca e o Calcule Mais, que oferecem aulas e reforço escolar de matemática, português, história, geografia, entre outras disciplinas.

Veja também:

Na Itália, todos os alunos passarão de ano por conta do coronavírus

Já para aqueles que se preocupam com o vestibular e o ENEM no final do ano, existem alternativas online de cursinhos pré-vestibular e pré-ENEM gratuitos como o Mande Bem no ENEM, o Curso ENEM Gratuito e o Kultivi.