Teatros da Broadway não reabrirão em 2020


Leonardo Lopes, da CNN, em São Paulo
29 de junho de 2020 às 15:05
Coronavírus, Nova York, Broadway

Broadway vazia em Nova York, Estados Unidos

Foto: Jeenah Moon - 29.mar.2020/Reuters

O grupo Broadway League anunciou, nesta segunda-feira (29), que todas as performances nos teatros da Broadway foram suspensas pelo restante de 2020 por conta da pandemia de Covid-19.

A Broadway é formada por 41 teatros com 500 ou mais assentos cada, distribuídos pelo Distrito Teatral na cidade de Nova York. "A alquimia de 1000 estranhos se unindo em uma única plateia alimentando cada artista no palco e nos bastidores será possível novamente quando os teatros da Broadway puderem hospedar casas cheias com segurança", disse o presidente da Broadway League, Thomas Schumacher.

A Broadway suspendeu seus espetáculos em 12 de março, e havia planejado uma tentativa de reabertura para 6 de setembro. No momento em que paralisou, existiam 31 peças em cartaz, e outras oito em pré-estreia. Além disso, já tinham oito produções em ensaios para abertura na primavera – que ocorre entre março e junho nos Estados Unidos.

O grupo responsável pela administração da indústria da Broadway afirmou em comunicado que serão oferecidos reembolsos ou troca de ingressos para todos os espetáculos que estavam previstos até 3 de janeiro de 2021.

"A segurança de nosso elenco, equipe, orquestra e público é a nossa maior prioridade e esperamos retornar aos nossos palcos somente quando for seguro. Uma coisa é certa: quando voltarmos, seremos mais fortes e mais necessários do que nunca", declarou Schumacher.