Recuperado da Covid-19, Tom Hanks critica quem não toma precauções contra doença


Reuters
29 de julho de 2020 às 20:25
O ator Tom Hanks durante cerimônia do Oscar

O ator Tom Hanks durante cerimônia do Oscar

Foto: Mario Anzuoni/Reuters (9.fev.2020)

O ator vencedor do Oscar Tom Hanks, que se recuperou após ter sido infectado com o novo coronavírus no início deste ano, disse não ter muito respeito pelas pessoas que se recusam a cumprir precauções, como usar máscara em público.

Hanks e sua esposa, a atriz e cantora Rita Wilson, revelaram em março que haviam sido diagnosticados com a Covid-19 enquanto estavam na Austrália para uma filmagem.

Leia também:

Tom Hanks relata períodos de forte exaustão e náusea após contrair coronavírus

Cinema drive-in ganha novo fôlego nos Estados Unidos

"No mínimo, três pequenas coisas estão ao alcance de todos. Usar máscara, lavar as mãos, distância social. Se você não pode fazer isso, eu não tenho muito respeito por você", afirmou Hanks, de 63 anos, em uma entrevista recente à Reuters Television.

Hanks, vencedor do Oscar duas vezes por Filadélfia e Forrest Gump, comparou as medidas aos passos adotados pelos motoristas para dirigir um carro com segurança. "Se você dirige um carro, precisa usar as setas, não dirigir muito rápido e evitar pedestres", disse ele.

"Gostemos ou não, estamos todos juntos nisso", acrescentou.

Devido à pandemia, o novo filme de Hanks, Greyhound, vai ser transmitido na Apple TV+, a partir de sexta-feira (31), em vez de ser exibido nos cinemas. Muitos cinemas em todo o mundo permanecem fechados para ajudar a conter a propagação de infecções.