'Brasil perde dama do teatro': veja repercussões após a morte de Nicette Bruno

A atriz estava internada desde o dia 29 de novembro na UTI da Casa de Saúde São José, no Rio de Janeiro, e faleceu após contrair Covid-19

Estela Aguiar, da CNN, em São Paulo*
20 de dezembro de 2020 às 16:27 | Atualizado 20 de dezembro de 2020 às 21:44
A atriz Nicette Bruno morreu neste domingo (20), aos 87 anos
Foto: Reprodução/TV Globo


 

Após a perda da atriz Nicette Bruno, que morreu neste domingo devido a complicações da Covid-19, artistas e políticos utilizaram as redes sociais para lamentarem a morte dela e prestarem condolências à família e amigos. A artista estava internada desde o dia 29 de novembro na UTI da Casa de Saúde São José, no Rio de Janeiro. 

Entre as declarações, o ator Antônio Fagundes em entrevista à CNN, disse que mesmo abalado, sabe que a atriz está em um bom lugar. 

"Ao mesmo tempo que a gente está com o coração apertado com a perda da Nicette, a gente sabe da crença dela, do espiritismo dela. Ela sempre foi muito ligada ao espiritismo. Então isso dá um certo conforto da gente saber que ela pode estar se encontrando com ele neste momento. " 

Leia também:
Legado de Nicette Bruno foi a sua própria existência, diz Antonio Fagundes
Ícone da dramaturgia, Nicette Bruno não pensava em se aposentar
De Éramos Seis a Dona Benta: os principais papeis de Nicette Bruno

No Instagram, o ator e diretor Miguel Falabella postou uma foto de quando os dois trabalhavam juntos na televisão. Ele relembrou que sem o apoio da artista não teria conseguido o seu primeiro papel. "Que linda trajetória! Que grande dama o teatro brasileiro perde hoje!" 

O ator Ary Fontura, que esteve em um dos projetos mais famosos da carreira da atriz, no Sítio do Picapau Amarelo, utilizou sua conta no Instagram para homenageá-la. "Uma das grandes amizades se foi, estou extremamente triste." Além dele, a atriz Glória Pires também se manifestou. "Descanse em paz, mestra!"

No Twitter, o escritor, roteirista e dramaturgo Walcyr Carrasco relembrou que a atriz fez parte da história da televisão brasileira. 

"A nossa querida Nicette Bruno nos deixou hoje. Mais uma vítima da Covid-19. Nicette fez história na televisão brasileira. Tive o privilégio de trabalhar com ela. Aos familiares, amigos e fãs, deixo meu apoio e o meu carinho. Descanse em paz!" 

Entre os políticos, o secretário especial de cultura do Governo Federal, Mario Frias, prestou condolências à família pelo Twiiter. "Meus sentimentos à família. Que Deus abençõe todos."

O governador de São Paulo, João Dória, também utilizou sua conta na rede social para lamentar que a artista se tornou mais uma vítima da Covid-19. "Triste com a notícia da morte da atriz Nicette Bruno. Nicette é mais uma vítima da Covid-19 no Brasil. Meus sentimentos aos familiares e amigos. Que Deus conforte seus corações neste momento de dor."

A ex-presidente Dilma Rousseff recordou a importância da Nicette na arte brasileira. "A Covid-19 leva uma brasileira que fez parte de nossas vidas: Nicette Bruno, grande atriz, uma vida inteira dedicada às artes cênicas, no teatro, no cinema e na televisão. Meus sentimentos à sua família, aos amigos e aos que tiverem o privilégio de conviver com ela."

*Sob supervisão de Carol Abe