'Rir é um ato de resistência': homenagem a Paulo Gustavo destaca sua trajetória

Em seu especial de fim de ano, exibido em dezembro de 2020, o artista compartilhou uma mensagem de esperança durante a pandemia

Nathallia Fonseca, da CNN, em São Paulo
05 de maio de 2021 às 04:13 | Atualizado 05 de maio de 2021 às 06:20

"Eu faço palhaçada, você ri, eu fico com o coração preenchido aqui. Eu me sinto realizado de estar conseguindo te fazer feliz. Rir é um ato de resistência", disse o ator, diretor e humorista Paulo Gustavo em uma de suas últimas aparições na televisão. A relação do artista com os palcos, telas e com o próprio riso foram tema da homenagem exibida pelo Multishow, canal a cabo onde trabalhava, na terça-feira (4).

Paulo Gustavo morreu na noite de terça, em decorrência de complicações causadas pela Covid-19. "Esse ano serviu para mostrar que a gente não vive sem a graça, sem humor. O humor ele salva, transforma, alivia, cura, traz esperança para a vida da gente", diz o ator no vídeo. 

Na ocasião, Paulo Gustavo também reforçou a importância da prevenção contra a doença causada pelo coronavírus: “Vamos todos nos cuidar, cuidar da família, dos amigos, de todo mundo”.

"Enquanto essa vacina tão esperada não chega para todo mundo, é bom lembrar que contra o preconceito, intolerância, a mentira, a tristeza já existe vacina: é o afeto, é o amor. Então, diga o quanto você ama a quem você ama. Não fica só na declaração, não, gente. Ame na prática, na ação. Amar é ação, amar é arte", completou o humorista, que frequentemente compartilhou mensagens de respeito e tolerância em entrevistas e aparições públicas.