Marília Mendonça revela déficit de atenção; médico explica causa e tratamento

No quadro Correspondente Médico, dr. Fernando Gomes explicou o que é o déficit de atenção e como o transtorno pode impactar a vida dos diagnosticados

Nicole Lacerda, da CNN, em São Paulo
11 de junho de 2021 às 09:02

Na edição desta sexta-feira (11) do quadro Correspondente Médico, do Novo Dia, o neurocirurgião Fernando Gomes explicou o que é o déficit de atenção. A cantora Marília Mendonça fez um post no Twitter falando sobre uma dificuldade que ela tem e relatou problema em lidar com números, pois eles "começam a embaralhar e parece que estão dançando".

A artista ainda acrescentou que chega a tomar medicação, mas não vê melhoras quando se trata dos números. Marília declarou que acha que tem traumas da época da escola porque não se dava bem com exatas.

De acordo com a Associação Brasileira do Déficit de Atenção, o TDAH é um transtorno neurobiológico que aparece na infância e acompanha o indivíduo por toda a vida.

"A atenção é a porta de entrada cognitiva para o nosso cérebro, todas as informações e experiências. Quando existe prejuízo na vida cotidiana de uma criança por conta de alteração na captação da atenção, entendemos a necessidade de se procurar um profissional da saúde e estabelecer o tratamento de forma definitiva", explica Gomes.

O médico ainda destacou que existem dois tipos de atenção: "Aquela que peço para a criança fazer uma tarefa e observo como ela desempenha, e a outra que está relacionada à percepção do meio ambiente -- geralmente a criança que tem uma atenção diferente não consegue focar, desempenhar uma tarefa com tranquilidade."

Segundo o neurocirurgião, de 3% a 5% das crianças têm TDAH diagnosticado. "Percebemos que há um sofrimento nisso porque, na escola, pode se ter alterações associadas a uma dislexia ou a algo que dificulta lidar tanto com letras ou quanto com números."

Marília Mendonça
Cantora Marília Mendonça falou nas redes sociais sobre como déficit de atenção impacta sua vida
Foto: Reprodução/CNN Brasil (11.jun.2021)