Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    A Netflix responder a Anitta é MUITO BLACK MIRROR!

    Quando marcas entendem o papel delas na Internet, a conexão com o consumidor pode ser muito diferente

    Netflix

    Mari Palma

    Permissão pra ressuscitar esse maravilhoso meme pra falar sobre o que aconteceu esses dias: nossa amada ANIRA resolveu hablar no Twitter e criticar a nova temporada de Black Mirror, uma série de ficção científica da Netflix que reúne histórias sobre a relação das pessoas com diferentes tecnologias.

    Ela disse que a série não é mais o que era, que os roteiros estão com “diálogos mal feitos” e as histórias “bobas e sem propósito”. E aí a dona Netflix respondeu no Twitter com uma brincadeira: “mudou pq Black Mirror agora tá focado na carreira internacional”. Genial.

    Por que eu tô falando tudo isso? Porque a gente tá vivendo dentro de um episódio de Black Mirror há muito tempo e não percebeu. Quando você imaginou que poderia conversar diretamente com marcas assim na internet? Sem aquele blá blá blá de respostas prontas e protocolares?

    Eu sou muito fã das marcas que já entenderam o poder que esse tipo de comunicação pode ter. Enquanto algumas estão paradas no passado respondendo clientes daquele jeito robotizado só em caso de reclamação ou pra divulgar promoções imperdíveis, outras já estão no futuro criando essas conversas e conexões. Não é sobre vender um produto ou outro, mas sobre se posicionar nesse espaço digital tão imenso de um jeito estratégico pra criar um relacionamento e fidelizar o público.

    Não é a primeira vez que a Netflix faz isso. E não é só com celebridades, como a Anitta. A equipe de social media já ofereceu bastante entretenimento no Twitter e hoje é reconhecida justamente por essa relação super próxima com os fãs. Alguns exemplos aqui:

    / Reprodução/Facebook
    / Reprodução/Twitter
    / Reprodução/Facebook
    / Reprodução/Facebook

    E não é só a Netflix. Essa estratégia também pode ser usada pela concorrência. Recentemente, o perfil oficial do Amazon Prime Video do Reino Unido alfinetou a própria Netflix por causa daquela história da cobrança extra pelo compartilhamento de senhas. Eles fizeram um post pra mostrar que, dentro do catálogo deles, todos podem assistir, surfando na onda das críticas que a Netflix recebeu. Genial de novo.

    São vários os exemplos de como as conversas estão evoluindo cada vez mais no mundo digital. E, ao contrário do que a maioria dos episódios de Black Mirror mostra, nesse caso eu acho que é um bom uso da tecnologia. Inclusive, se a Netflix estiver agora lendo esse texto, eu só queria dizer que concordo com a Anitta. E eu ainda não perdoo vocês por terem tirado Friends do catálogo. Mas aí é assunto pra outro dia.

    ➡️ Este texto faz parte da Popnews CNN, a newsletter que leva ao seu email o que é assunto na internet e no universo pop. Enviada sempre no início da manhã, às terças e sextas, você recebe a curadoria de assuntos que vão guiar as suas conversas na hora do almoço. Clique aqui para se inscrever.