Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Ailton Krenak toma posse na Academia Brasileira de Letras

    Cerimônia ocorreu na sede da instituição no Centro do Rio de Janeiro nesta sexta-feira (05)

    Fernanda Montenegro abraça Ailton Krenak durante posse da Academia Brasileira de Letras
    Fernanda Montenegro abraça Ailton Krenak durante posse da Academia Brasileira de Letras Reprodução/ABL

    Da CNN*

    O escritor, pensador e ambientalista Ailton Krenak tomou posso na Academia Brasileira de Letras (ABL) nesta sexta-feira (05). Krenak é o primeiro indígena a integrar a instituição literária.

    A cerimônia de posse ocorreu nesta sexta na sede da instituição no Petit Trianon, que fica no Centro do Rio de Janeiro.

    Durante a cerimônia, Fernanda Montenegro abraçou Krenak e entregou para ele o colar da instituição. A atriz e dama do teatro brasileiro passou a integrar a ABL em 2021.

    Já a espada da instituição foi entregue à Krenak por Arnaldo Niskier e o diploma por Antonio Carlos Secchin.

    Em seu discurso, Krenak cumprimentou a Ministra da Cultura Margareth Menezes. “Uma nação sem cultura não tem o que dizer”, disse Krenak.

    O escritor também aproveitou para enaltecer o escritor Carlos Drummond de Andrade. “Drummond é um remédio para dor de cabeça e outras dificuldades. Viva Drummond!”

    “Eu não vou conseguir nomear cada uma das pessoas que me alegram de estar aqui, então estou usando esse discurso de nomear alguns por todos, mas isso não diminui o afeto e o carinho”, explicou, ao citar com carinho a alguns dos presentes, como Fernanda Montenegro.

    Com  posse, Krenak ocupará a Cadeira 5, que ficou vaga com a morte de Jose Murilo de Carvalho em 2023. O pensador indígena foi eleito por 23 votos na disputa contra a historiadora Mary Del Priori e o indígena Daniel Munduruku.

    Pouco antes da cerimônia de posse, indígenas da etnia Wapichana comemoraram com ritual de celebração.

    Confira a cerimônia de posse de Ailton Krenak na Academia Brasileira de Letras na íntegra:

    *Publicado por Giovanna Bronze