“Ainda processando o que aconteceu”, diz Chris Rock em primeiro show após Oscar

Em apresentação nos Estados Unidos, comediante afirma que vai falar sobre o incidente "em algum momento"

Pôster da tour "Ego Death", de Chris ROck
Pôster da tour "Ego Death", de Chris ROck Reprodução

Chloe Melasda CNN

Ouvir notícia

Chris Rock retornou aos palcos na noite desta quarta-feira (30) pela primeira vez desde que Will Smith lhe deu um tapa na cerimônia do Oscar no domingo (27).

O comediante fez seus primeiros comentários públicos sobre o incidente. Em seu primeiro de dois shows, ele foi recebido pelo público no Wilbur Theatre, em Boston (EUA), e foi aplaudido por vários minutos. Com lágrimas nos olhos, Rock agradeceu o gesto da multidão antes de dar início ao seu repertório.

“Como foi fim de semana de vocês?” ele brincou, ao que o público respondeu com risos. “Eu não tenho muita m*erda pronta sobre o que aconteceu, então se você veio para ouvir isso, eu tinha um show inteiro que escrevi antes deste fim de semana”.

“Ainda estou processando o que aconteceu, então em algum momento vou falar sobre essa m*rda. E vai ser sério e engraçado, mas agora eu vou contar algumas piadas”, continuou.

O comediante está atualmente em seu tour “Ego Death” (Morte do Ego). Rock voltou ao palco para um segundo show cerca de uma hora depois, e foi recebido com muitos aplausos mais uma vez.

“Eu escrevi um show antes de todo esse absurdo acontecer”, disse ele. Rock reiterou que planeja falar sobre o incidente no Oscar com mais detalhes em algum momento.

“Eu não falei com ninguém, apesar do que vocês ouviram por aí”, disse ele, em possível referência a alegações de que tenha conversado com Will Smith após o incidente.

Nesta quarta, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou que abriu “processos disciplinares” contra Smith por suas ações na cerimônia do Oscar.

O ator emitiu um pedido de desculpas na segunda-feira (28) em um comunicado divulgado nas redes sociais, chamando seu comportamento de “inaceitável e indesculpável”.

“Gostaria de me desculpar publicamente com você, Chris. Eu estava fora da linha e errado. Estou envergonhado e minhas ações não indicam o homem que eu quero ser. Não há lugar para violência em um mundo de amor e bondade”, escreveu Smith.

Em comunicado desta quarta, a Academia disse que Smith foi convidado a deixar a cerimônia após o incidenta “e recusou”. A Academia disse que reconhece que “podería ter lidado com a situação de maneira diferente”.

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN