Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Ator de “Supernatural” relembra internação após ideias suicidas: “Momento ruim”

    Jared Padalecki relatou ter se sentido pressionado pela vida profissional

    Ator que interpretou Sam Winchester desabafou sobre recuperação em clínica psiquiátrica
    Ator que interpretou Sam Winchester desabafou sobre recuperação em clínica psiquiátrica Instagram/Jared Padalecki

    Mariana Valbãocolaboração para a CNN

    O ator Jared Padalecki, 41, relembrou alguns problemas de saúde mental que enfrentou em 2015 e revelou que chegou a ser internado em uma clínica psiquiátrica após ter ideias suicidas. O astro, que interpretou Sam Winchester na série “Supernatural”, contou que se sentia pressionado pela vida profissional na época

    “Tive um momento muito ruim”, afirmou Jared em episódio do podcast I’ve Never Said This Before, que irá ao ar nesta terça-feira (25), em trechos divulgados pela revista People. “Eu estava deixando meus pensamentos assumirem o controle e me levarem a ter ideações suicidas”.

    Jared Padalecki contou que, durante uma crise, ligou para sua esposa, atriz Genevieve Cortese, 43, que o pediu para voltar para casa. Foi então que o ator decidiu buscar ajuda profissional. “Passei duas semanas em uma clínica e não tive pensamentos suicidas desde então, nenhuma vez”, declarou.

    De acordo com ele, um dos problemas que motivaram seu desequilíbrio foi o fato de não poder “ser honesto” na indústria televisiva — a série “Supernatural”, uma das mais longevas que o ator já — foi ar pela primeira vez em 2005 e, após 15 temporadas, foi encerrada em novembro de 2020.

    “Quando você vai para um teste ou um tapete vermelho e perguntam: ‘Jared, como você está hoje?’, as pessoas não querem ouvir: ‘Hoje foi um dia difícil, não consegui dormir’. Elas querem: ‘Estou ótimo. Empolgado por estar aqui'”, relatou Jared, que acrescentou ter feito isso “por muito tempo”.

    O astro também ressaltou a importância do fim dos estigmas em torno da ajuda psicológica e disse não ter vergonha de contar sua história. Entre outros trabalhos do ator estão também a série “Walker”, que foi cancelada no fim de maio após quatro temporadas, “Gilmore Girls” e filmes como “A Casa de Cera” e “Sexta-Feira 13”.