Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    BBB24: Alane desconfia aproximação de Fernanda e diz: “Será que é estratégia?”

    Após dinâmica do "Sincerão", confeiteira conversou com as adversárias sobre a rivalidade entre elas

    Alane, Fernanda e Beatriz conversaram durante a noite desta segunda-feira (25) no BBB 24
    Alane, Fernanda e Beatriz conversaram durante a noite desta segunda-feira (25) no BBB 24 Reprodução/Globo

    Ana Beatriz Diasda CNN São Paulo

    Após a dinâmica do “Sincerão” e uma briga generalizada ter tomado conta da casa do BBB 24, os confinados do Quarto Fada repercutiram os últimos acontecimentos.

    Em conversa com Beatriz e Davi, Alane comentou sobre uma aproximação recente de Fernanda e uma suposta mudança em seu comportamento. Após a discussão entre alguns participantes da casa, a confeiteira se aproximou com as adversárias sobre a rivalidade entre os dois grupos da casa.

    “Fernanda (está) falando comigo normal”, diz Alane. Davi diz: “Também está falando comigo normal, como se nada tivesse acontecido”.

    O brother ainda comenta que Leidy Elin preferiu não se envolver na briga generalizada por estar enfrentando seu primeiro Paredão. É nesse momento que Alane questiona: “Será que é estratégia de jogo da Fernanda ser legal com a gente?”.

    “Claro!”, responde o baiano sem hesitar. “Pode ser”, acrescenta Beatriz. “Eu não vou cair nessa não. A gente estava quase caindo”, conclui a bailarina.

    A vendedora também aproveita o espaço para expor seu ponto de vista sobre a rival: “A Fernanda pode estar um pouco exausta do jogo porque está nos ‘finalmente'”. E Alane diz: “Isso é estratégia de jogo para sobreviver”.

    Davi então, alerta as amigas para começar a “cortar” a aproximação com a sister e relembra: “Quando o grupo dela estava com sete (pessoas), ela passava por mim e nem olhava na minha cara. Ela nem falava com a gente”.

    Alane então acrescenta dizendo que ela segue sendo sua opção de voto e Bia reflete: “Será que ela está querendo vir para cá?”

    A bailarina discorda e conclui: “Vir pra cá, não. Mas ela está querendo não ser nossa prioridade de voto agora. Ela quer sobreviver no jogo sendo legalzinha. Ela é capaz de se fazer de planta pra permanecer mais tempo aqui”.