Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Vinicius é o quinto eliminado do BBB24 com média de 9,92% dos votos

    A quinta eliminação do programa aconteceu nesta terça-feira (23)

    Reprodução/Globo

    Larissa Bitencourtcolaboração para a CNN

    Vinicius foi o quinto eliminado do BBB24, com média de 9,92% dos votos, nesta terça-feira (23). Ele recebeu 10,99% dos Votos da Torcida e 8,85% do Voto único, e o resultado foi a média ponderada.

    O público votou para dizer quem gostaria que ficasse no programa e a pessoa menos votada é eliminada do reality show.O atleta paralímpico disputou a permanência na casa com Alane (40,85%), Giovanna Pitel (15,96%), Luigi (12,52%) e Marcus Vinicius (20,75%).  Este foi o primeiro Paredão quíntuplo na história do BBB.

    O atleta foi parar no quinto Paredão do BBB24 após ser o mais votado pela casa, com cinco votos. “Você acabou de cruzar a linha de chegada, Vinicius. Acabou a corrida. Vem pra cá, Vinicius”, anunciou Tadeu Schmidt, após um discurso enigmático para os confinados.

    Veja como ficou a votação:

    Alane
    Média: 40,85%
    Voto Único: 45,15%
    Voto Torcida: 36,53%

    Luigi
    Média: 12,52%
    Voto Único: 13,59%
    Voto Torcida: 11,45%

    Marcus Vinícius
    Média: 20,75%
    Voto Único: 15,94%
    Voto Torcida: 25,57%

    Pitel
    Média: 15,96%
    Voto Único: 16,47%
    Voto Torcida: 15,46%

    Vinicius
    Média: 9,92%
    Voto Único: 8,85%
    Voto Torcida: 10,99%

     

     

    Quem é Vinicius?

    Vinicius Rodrigues tem 29 anos e é atleta paralímpico. Natural de Primavera, distrito de Rosana, em São Paulo, o velocista participou dos Jogos Parapan-Americanos de Lima (2019) e das Paralimpíadas de Tóquio (2020), tendo conquistado medalha de prata para o Brasil na última competição.

    Aos 19 anos, Vinicius sofreu um acidente de trânsito na cidade de Maringá, no Paraná, e teve parte da perna esquerda amputada. Ainda no hospital, recebeu a visita da atleta paralímpica Terezinha Guilhermina, que o apresentou ao atletismo. Sua primeira competição paralímpica foi em 2015.

    Quatro anos depois, durante um torneio, quebrou o recorde mundial dos 100 metros rasos da classe T63 para amputados de perna acima do joelho, com o tempo de 11s95. Nas redes sociais, costuma compartilhar a rotina de treinos e competições, além de momentos com a filha, de sete anos.