Bienal do Livro lança plataforma digital com conteúdo inédito e acesso gratuito

A ideia é ter textos, vídeos, podcasts, entrevistas e até experiências interativas com autores nacionais e internacionais

Camille Couto, da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia
Livro digital
Foto: Reprodução/ Pixabay

A Bienal do Livro lança nesta segunda-feira (1º) uma plataforma digital com conteúdos inéditos e exclusivos para o público. O objetivo é ampliar o mercado literário em meio à pandemia. O evento cultural ganhou um novo formato e a nova plataforma estará no site da Bienal.

Nele, os organizadores afirmaram que a ideia é ter textos, vídeos, podcasts, entrevistas e até experiências interativas com autores nacionais e internacionais.

O espaço foi desenvolvido a partir das novas formas de consumo de informação, observado no ecossistema literário, e que já vinha sendo estruturado com o Café Digital, o Canal Bienal, o Festival Conexões e agora se transforma em uma plataforma, com apoio e parceria do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (Snel) e de editoras.

O público pode esperar conteúdo de qualidade, debates, autores consagrados e personalidades de destaque do universo cultural, assim como ocorre no evento presencial, que está programado para setembro, no Rio de Janeiro. 

A última edição, em 2019, teve a presença de 600 mil pessoas em 10 dias. Os visitantes adquiriram uma média de 6,2 livros por pessoa. A editora executiva do selo Galera da editora Record, Rafaella Machado, acredita que a proposta chegou em um momento apropriado, devido ao cenário da pandemia. 

“A Bienal do Livro sempre foi um espaço importantíssimo para divulgação de literatura jovem, e mesmo com a pandemia, essa importância só aumentou. Uma única ação digital do evento vendeu em 24 horas 2000 exemplares de um dos nossos lançamentos”, conta ela.

“A construção do conteúdo da Bienal é tão rica que um encontro de dez dias a cada dois anos já não era suficiente. A Bienal agora será permanente e com um alcance enorme. O público já nos pedia isso, estamos animados com a possibilidade de levar a Bienal para às casas de todos os brasileiros. A plataforma é uma possibilidade para que quem nunca teve a oportunidade de vivenciar o evento sinta um pouquinho do clima do festival”, afirma a diretora da GL events responsável pela organização da Bienal, Tatiana Zaccaro. 

Além dos conteúdos gratuitos, a plataforma da Bienal também terá e-commerce, em parceria com o Submarino.  

Programação de lançamento

Assuntos relacionados a temas atuais como mercado de trabalho, racismo, feminismo e política estarão em pauta, assim como narrativas de ficção, temas infantis e do universo geek.

Para o lançamento da plataforma, a Bienal traz uma entrevista com Itamar Vieira Júnior, autor do aclamado “Torto e Arado” vencedor de prêmios como Jabuti e Oceanos no Brasil e Leya em Portugal.

Já o diretor de cinema Cacá Diegues compartilha com os leitores dicas de filmes imperdíveis adaptados da literatura nacional. 

Mais Recentes da CNN