Britney Spears vai receber R$ 76 milhões para contar sua história em nova biografia

O valor milionário seria "o maior de todos os tempos para uma biografia, atrás apenas dos Obama"

O valor dos direitos para o livro de Britney Spears será maior do que a biografia dos Obama
O valor dos direitos para o livro de Britney Spears será maior do que a biografia dos Obama REUTERS/Mario Anzuoni

CNN Brasil

Ouvir notícia

A saga da carreira de Britney Spears continua. A mais recente notícia é o acordo que a cantora teria assinado com a editora de livros Simon & Schuster para escrever um biografia sobre ela, que receberia 15 milhões de dólares, ou cerca de R$ 76 milhões, para contar sua história. As informações foram divulgadas nessa segunda-feira (21) pelo site “Page Six”.

O acordo, segundo uma fonte, seria o maior de todos os tempos, atrás apenas do biografia da família Obama, que, em 2017, teria ultrapassado os 60 milhões de dólares – o maior valor conhecido para livros de não-ficção.

A notícia chega um mês após o lançamento do livro de sua irmã, Jamie Lynn, intitulado “Things I Should Have Said”, que gerou revolta tanto de Britney quanto dos seus fãs.

Na ocasião, a cantora se manifestou com uma publicação em seu Twitter, afirmando que “Lynn não se importava verdadeiramente com ela e que estava aproveitando toda a situação do caso de sua tutela para ganhar dinheiro”.

“Das coisas que me incomodam no que minha irmã disse é que eu estava fora de controle. Ela nunca esteve no meu lado nestes 15 anos”, disse a artista na época. Britney ficou sob tutela do pai, Jamie Spears, de 2008 a novembro de 2021, período em que ele controlava a vida pessoal e profissional da filha.

“Minha família arruinou meus sonhos 100 bilhões de vezes, e tentou me fazer parecer a doida. Minha família adora me colocar para baixo e me machucar”, confessou Britney no post. Desde que se livrou da tutela, ela já se manifestou diversas vezes sobre o tratamento que recebia da família.

Mais Recentes da CNN