Canção pop foi trilha sonora da explosão em Nashville

'Downtown', escolhida como música de fundo de atentado, mistura melodia empolgante com melancolia

Explosão em Nashville, de Tennessee
Explosão em Nashville, de Tennessee Foto: Metro Nashville Police Department

Brandon Griggs, da CNN

Ouvir notícia

Nos momentos de tensão antes de um trailer explodir no centro de Nashville na manhã de Natal, um aviso era transmitido em um alto-falante informando que uma bomba estava prestes a explodir, incitando as pessoas a evacuar o local.

De forma confusa, o veículo estacionado também tocava uma música, a alegre Downtown, de Petula Clark, uma canção de 1964 sobre como a agitação de uma cidade pode curar a tristeza de uma pessoa solitária.

A música começa assim:

“Quando você está sozinho e a vida está te deixando sozinho

Você sempre pode ir para o centro

Quando você tem preocupações, todo o barulho e a pressa

Parece ajudar, eu sei, o centro”

Parece uma cena de um filme de suspense: a melodia alegre e discordante na cena assustadora que pressagia coisas ruins à frente (veja os exemplos de Stuck in the Middle with You no filme Cães de Aluguel, de 1992, ou Hip to be Square em Psicopata Americano, de 2000, e muitos outros).

Segundos depois, a explosão atingiu um quarteirão do centro de Nashville, ferindo pelo menos oito pessoas e danificando mais de 40 edifícios.

Downtown, um hit que foi número um nas paradas e o principal sucesso de Petula Clark, foi inspirado nas luzes de Nova York e não nas atrações do centro de Nashville, cujas ruas e restaurantes ficam lotados de turistas e baladeiros na maioria das noites. O compositor britânico Tony Hatch disse que a melodia lhe ocorreu em sua primeira viagem a Nova York, quando ele olhou para as luzes da Times Square.

Assista e leia também:

Explosão no centro de Nashville, nos Estados Unidos, deixa três feridos

Terremoto de magnitude 6,4 atinge cidade na Croácia

Embora tenha um endereço, a música, que subiu nas paradas durante a temporada de Natal de 1964, celebra a agitação da vida noturna urbana em todos os lugares, falando de luzes de neon, calçadas lotadas, música saindo de cafés e boates.

Sua melodia empolgante também mascara uma corrente de melancolia. “Você pode esquecer todos os seus problemas, esquecer todas as suas preocupações”, canta. “Não fique por aí e deixe que seus problemas o cercem”.

Petula Clark, 88 anos, cresceu na Grã-Bretanha, vive na Europa e ainda grava e se apresenta em shows. Em uma postagem do Facebook na terça-feira (29), ela expressou choque e incredulidade ao falar sobre o bombardeio e o papel de sua música nele.

“De todas as milhares de músicas, por que essa?”, ela escreveu. “Claro, a letra de abertura é ‘Quando você está sozinho e a vida está te deixando solitário, você sempre pode ir ao Centro’. Mas milhões de pessoas em todo o mundo se sentiram bem com esta canção alegre. Talvez alguém possa ler algo nas entrelinhas, dependendo do seu estado de espírito”.

Não é a primeira vez que uma canção popular ganha uma nova interpretação após um surpreendente ato de violência. O líder de culto Charles Manson disse que sua onda de assassinatos em 1969 era inspirada em parte pela caótica canção dos Beatles “Helter Skelter”, o que fez muita gente se esforçar para decodificar a letra.

Em Nashville, as autoridades dizem que um homem chamado Anthony Quinn Warner foi o responsável pela explosão do dia de Natal e morreu no ato. Warner, 63, morava em um subúrbio de Nashville e foi descrito por um vizinho como solitário.

Não está claro por que Warner escolheu Downtown como trilha de sua despedida. A melodia falava com ele de alguma forma? Era apenas uma piada amarga? Talvez nunca saibamos.

Mas algumas pessoas em Nashville, e em outros lugares, podem nunca ouvir a música da mesma maneira novamente.

(Texto traduzido, clique aqui para ler o original em inglês).

Mais Recentes da CNN