Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Chris Rock diz que assistiu a filme “Emancipation” só para ver Will Smith sendo “chicoteado”

    Comediante deve abordar o tapa recebido na cerimônia do Oscar em um especial que será transmitido pela Netflix

    Ator Chris Rock
    Ator Chris Rock Al Seib/A.M.P.A.S./Handout via REUTERS

    Edward Pepeda CNN

    São Paulo

    O ator americano Chris Rock – cuja vida foi retratada no sitcom “Todo Mundo Odeia o Chris” – entrou no centro de mais uma polêmica em Hollywood.

    Quase um ano após ter recebido um tapa do também ator Will Smith na cerimônia do Oscar em 2022, o astro de “Gente Grande” teria dito, em um show de comédia, que só assistiu ao filme “Emancipation” (2022) para ver Smith sendo chicoteado, segundo uma reportagem do site “New York Post”.

    O longa, disponível no streaming Apple +, conta a trajetória – baseada em fatos reais – do conhecido “Whipped Peter”, um homem escravizado que fugiu de uma fazenda no estado da Louisiana, no sul dos EUA, na década de 1860. Sua história ajudou a revelar a brutalidade da escravidão no país.

    “Outro dia, eu assisti ‘Emancipation’ só para poder vê-lo [Will Smith] sendo chicoteado”, teria dito Chris Rock.

    Segundo o “New York Post”, a fala é parte do material que o comediante pretende entregar no seu novo especial “Chris Rock: Indignação Seletiva”.

    O programa, que vai ao ar na noite deste sábado (4), será o primeiro evento global com transmissão ao vivo na Netflix. No stand-up, Rock deve falar sobre o tapa dado por Will Smith durante a maior premiação do cinema mundial.

    TAPA NO OSCAR DE 2022

    Will Smith acerta tapa em Chris Rock na premiação do Oscar / 27/03/2022 REUTERS/Brian Snyder

    Will Smith agrediu Chris Rock com um tapa no rosto após o comediante fazer uma piada envolvendo a cabeça raspada de Jada Pinkett Smith, esposa do ator de “Um Maluco no Pedaço”.

    Jada, que também é atriz, já disse publicamente que sofre de alopecia, uma doença que leva à perda de cabelo.

    Após o ocorrido, Smith se desculpou por seu ato: “Violência em todas as suas formas é venenosa e destrutiva. O meu comportamento no Oscar foi inaceitável e imperdoável”.