Fãs de ‘Bridgerton’ percebem erros históricos em cenas da série

Linhas de trânsito para carros, bueiros para fios e cartazes de grandes redes de comércio são alguns dos erros nos cenários

Bridgerton conquistou o público na Netflix
Bridgerton conquistou o público na Netflix Foto: Divulgação/Netflix

Lisa Respers France,

da CNN

Ouvir notícia

Alguns fãs da série viral da Netflix, “Bridgerton”, perceberam cenários modernos no drama que se passa na era da Regência Britânica, que ocorreu entre 1811 e 1820 na Inglaterra.

 

“Depois de ver dois episódios de #Bridgerton eu já notei uma linha de trânsito amarela no asfalto e uma tampa de bueiro com o logo de uma empresa de telecomunicações”, uma espectadora observadora publicou no Twitter. “Eu não sabia que os britânicos do século 19 eram tão pioneiros…”.

A observação foi precisa: a noção de linhas amarelas nas vias asfaltadas não existia até 1940, de acordo com um artigo publicado no jornal inglês The Independent em 1997.

Bridgerton
Espectadores perceberam a presença de sinalizações de trânsito de carros no romance do século 19
Foto: Reprodução/Netflix

Outra fã tuitou que encontrou cartazes da rede de lojas de departamento inglesa Primark em algumas janelas do cenário da série. A rede abriu em 1969.

“Não consigo me concentrar na cena quando a carruagem deles passa na frente da Primark”, disse ela.

 

“Bridgerton” é baseada em uma série de romances históricos de Julia Quinn.

A Netflix já anunciou que o programa voltará para uma segunda temporada.

(Texto traduzido. Leia o original em inglês).

Mais Recentes da CNN