Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Gary Oldman esclarece comentário sobre atuação em “Harry Potter”: “Hipercrítico”

    Em dezembro, ator chamou sua performance de "medíocre" e afirmou que faria diferente nos dias atuais

    Gary Oldman como Sirius Black em "Harry Potter e a Ordem da Fênix"
    Gary Oldman como Sirius Black em "Harry Potter e a Ordem da Fênix" IMDB/Reprodução

    Marina Toledoda CNN

    em São Paulo

    Gary Oldman, 66, esclareceu seu comentário sobre ter tido uma performance “medíocre” como Sirius Black na saga “Harry Potter” durante uma coletiva no 77º Festival de Cannes, onde está para a estreia de seu novo filme, “Parthenope”.

    “O que eu quis dizer com isso é que, como qualquer artista, ator ou pintor, você é sempre hipercrítico em relação ao seu próprio trabalho. Se você não estiver e estiver satisfeito com o que está fazendo, isso seria a morte para mim. Se eu assistisse a uma apresentação minha e pensasse: ‘Meu Deus, sou fantástico nisso’, seria um dia triste”, explicou.

    O ator afirmou que o comentário não era uma forma de criticar o filme e que não quis ofender os fãs da franquia.

    “Se tivesse lido os cinco livros e visto o arco do personagem, poderia ter abordado de forma diferente. Posso ter olhado para ele de forma diferente e pintado com uma cor diferente. Então, quando comecei ‘Harry Potter’, tudo que eu tinha era o livro ‘O Prisioneiro de Azkaban’ e aquela representação daquele homem. Um livro na biblioteca de Sirius Black. E foi isso que eu quis dizer com isso. Não sou eu olhando para o filme e dizendo que é um filme terrível ou que sou péssimo, só queria que tivesse sido em circunstâncias diferentes”, disse.

    Em dezembro de 2023, Oldman participou do podcast Happy Sad Confuse, onde falou que poderia ter interpretado Sirius Black de uma forma diferente nos dias atuais.

    Acho que meu trabalho é medíocre nisso. Talvez se eu tivesse lido os livros como Alan [Rickman, que interpreta Severus Snape], se tivesse me adiantado, se soubesse o que estava por vir, honestamente acho que teria interpretado de forma diferente”.

    O ator interpretou Sirius Black, o padrinho Harry Potter que foi um prisioneiro incriminado erroneamente. Suas aparições ocorrem em “Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban” (2004) e “Harry Potter e a Ordem da Fênix” (2007).

    “Harry Potter: The Exhibition”: exposição imersiva chega a SP em agosto