‘Inverno pode complicar a situação da Covid-19 no Brasil’, diz Miguel Nicolelis

Especialista analisou o risco de uma nova onda de Covid-19 no Brasil e as armas da ciência contra novas pandemias

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O CNN Nosso Mundo desta sexta-feira (7) entrevistou o neurocientista Miguel Nicolelis, que analisou o risco de uma nova onda de Covid-19 no Brasil, as novas pandemias que podem estar a caminho, as armas da ciência para combatê-las e como a ciência se prepara para esses “inimigos invisíveis”. Além disso, o especialista fez um alerta: “o inverno pode complicar a situação da Covid-19 no Brasil”

Uma estimativa revela que 1,7 milhão de vírus ainda não foram descobertos em mamíferos e pássaros, e que metade deles tem a capacidade de infectar humanos.

Os dados fazem parte do relatório divulgado pela Plataforma Brasileira de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos – que reúne pesquisadores de diferentes instituições, em áreas como ecologia e desenvolvimento sustentável.

Cerca de 70% das pandemias virais que conhecemos são de origem animal, resultado da destruição do habitat das mais diversas espécies. Em meio à expansão de cidades e ao avanço da sociedade, a pergunta é: quais são as armas da ciência para combater a onda de pandemias?

Ao analisar a pandemia que atualmente assola o mundo, a de Covid-19, Nicolelis afirmou que a atual situação demonstra o impacto da ação humana no ambiente. “O vírus expõe a agressão contínua ao meio ambiente”, afirmou o neurocientista.

Segundo ele, para evitar que a humanidade seja assolada por uma outra pandemia no futuro é necessário que sejam tomadas ações preventivas desde já.

O mundo precisa criar um alerta eficaz para pandemias

Miguel Nicolelis, neurocientista

Miguel Nicolelis é formado em Medicina pela Universidade de São Paulo (USP), doutor em Ciências (Fisiologia Geral) pela mesma universidade, pós-doutor em Fisiologia e Biofísica pela Universidade de Hahnemann e é professor titular do Departamento de Neurobiologia da Duke University, nos Estados Unidos. 

Em 2020, ele coordenou o comitê científico de combate ao novo coronavírus do Consórcio Nordeste e, além de ser membro das academias de ciência da França e do Brasil, já foi apontado pela revista Scientific American como um dos 20 maiores cientistas da atualidade.

Ele foi entrevistado por Lia Bock, Thaís Herédia e Rita Wu, e quem comandou a atração foi Luciana Barreto. O CNN Nosso Mundo é exibido às sextas-feiras, a partir das 22h30.

CNN está no canal 577 nas operadoras Claro/Net, Sky e Vivo. Para outras operadoras, veja aqui como assistir à CNN. O programa também pode ser assistido ao vivo no site da CNN Brasil.

*Editado por Daniel Fernandes

Mais Recentes da CNN