Jason Momoa e Lisa Bonet anunciam separação

Momoa e Bonet fizeram uma declaração conjunta em uma conta no Instagram

Momoa e Bonet se conheceram em 2005 e têm dois filhos
Momoa e Bonet se conheceram em 2005 e têm dois filhos Instagram/reprodução

Lisa Respers Françada CNN

Ouvir notícia

O ator que protagoniza Aquaman nos cinemas, Jason Momoa, e a atriz Lisa Bonet divulgaram uma declaração conjunta postada em uma conta verificada no Instagram na quarta-feira (12) anunciando o fim do casamento.

“Todos nós sentimos o aperto e as mudanças desses tempos de transformação. Uma revolução está se desenrolando, e nossa família não é exceção. Sentindo e crescendo com as mudanças sísmicas que ocorrem”, diz a postagem.

“Nós compartilhamos nossas notícias de família, que estamos nos separando”, conclui o texto.

O casal se conheceu bem antes de Momoa se tornar famoso interpretando Khal Drogo na série de TV “Game of Thrones”.

Mas Momoa aparentemente estava de olho em Bonet, que ficou famosa como Denise Huxtable na série de sucesso dos anos 1980 “Cosby Show”, muito antes disso.

“Desde que eu tinha 8 anos e a vi na TV, eu fiquei tipo ‘Mamãe, eu quero essa'”, disse Momoa a James Corden no “The Late Late Show”, em 2017. “’Vou perseguir você pelo resto da minha vida e vou pegar você’”, disse o ator à época.

Eles teriam se encontrado pela primeira vez em um clube de jazz, em 2005.

“Naquele momento, o amor veio e veio grande, e não correu como acho que acontece com muitos homens”, contou Bonet à revista Porter em 2018. “Ele basicamente me pegou e me jogou por cima do ombro, estilo homem das cavernas”, disse a atriz.

Em 2007 nasceu a primeira filha do casal, Lola. O filho Nakoa-Wolf nasceu um ano depois.

Momoa ajudou a criar a filha de Bonet, a atriz Zoë Kravitz, de seu casamento anterior com o ator e cantor Lenny Kravitz, que se tornou um amigo muito próximo de Momoa.

Momoa e Bonet se casaram oficialmente apenas em 2017.

Em sua declaração, o casal escreveu que compartilhou a atualização de seu relacionamento não porque achassem “que é digno de notícia”, mas para que, ao seguirem suas vidas pudessem “fazer isso com dignidade e honestidade”.

“O amor entre nós continua evoluindo”, diz o texto. “Nós nos libertamos para ser quem estamos aprendendo a nos tornar…”.

“Nossa devoção inabalável a esta vida sagrada e nossos filhos, ensinando aos nossos filhos o que é possível”.

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN