Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Kanye West volta ao Instagram e pede desculpas por comentários antissemitas

    Em publicação toda escrita em hebraico, rapper pede "sinceras desculpas à comunidade judaica por qualquer explosão não intencional"

    Kanye West pede desculpas por comentários antissemitas
    Kanye West pede desculpas por comentários antissemitas Getty Images

    Nicoly Bastosda CNN

    São Paulo

    Na madrugada desta terça-feira (26), Kanye West reativou sua conta no Instagram com uma publicação se desculpando por seus comentários antissemitas.

    Em post escrito todo em hebraico, Kanye West busca se redimir por série de polêmicas envolvendo o povo judeu. “Peço sinceras desculpas à comunidade judaica por qualquer explosão não intencional causada por minhas palavras ou ações. Não era minha intenção magoar ou rebaixar, e lamento profundamente qualquer dor que possa ter causado”, disse ele no texto.

    “Estou empenhado em começar por mim mesmo e aprender com esta experiência para garantir maior sensibilidade e compreensão no futuro. Seu perdão é importante para mim e estou empenhado em fazer as pazes e promover a unidade”, complementou.

    Kanye West realizou uma série de acusações por antissemitismo. Em 2022, o músico usou uma camiseta com os dizeres “Vidas brancas importa”, fazendo alusão ao movimento “Vidas pretas importam”. O rapper Diddy criticou Kanye, que rebateu:

    “Eu estou um pouco sonolento hoje, mas quando eu acordar, eu vou ameaçar o povo judaico”, escreveu ele em post no Instagram. “O engraçado é que na verdade eu não posso ser antissemita porque as pessoas pretas na verdade também são judias. Vocês brincaram comigo e tentaram boicotar qualquer um que tenha se oposto à sua agenda”, completou. Ele também chegou a dizer que Diddy era controlado por judeus.

    Recentemente Kanye West lançou a canção “Vultures”, onde novamente se dirigiu ao povo judeu: “Como sou antissemita? Eu só transei com uma judia”, diz ele na letra.

    Em uma live realizada no início do mês, o rapper ainda proferiu outros comentários antissemitas: “Eu ainda mantenho alguns judeus perto de mim. Como empresários? Não. Só deixo fazerem minhas joias”, disse.