Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Khloé Kardashian altera nome do filho após um ano do seu nascimento; entenda

    Influenciadora havia registrado o filho como "Baby Kardashian" devido à sua indecisão em relação ao nome final

    Khloé Kardashian e o filho Tatum
    Khloé Kardashian e o filho Tatum Reprodução/Instagram

    Lyncon Pradellacolaboração para a CNN

    Florianópolis

    A socialite Khloé Kardashian, de 39 anos, finalmente oficializou o nome do filho Tatum Thompson em sua certidão de nascimento. Antes, o menino de 13 meses estava registrado como “Baby Kardashian”.

    Conforme informações da revista “People”, Khloé optou pelo apelido “Baby” devido à sua indecisão em relação ao nome final. A escolha ocorreu meses depois do nascimento de Tatum, em julho de 2022.

    Desde então, a empresária tentava alterar o nome do bebê. De acordo com documentos autenticados obtidos pela revista, a modificação legal do nome da criança finalmente ocorreu no início desta semana, após um juiz de Los Angeles, nos Estados Unidos, aprovar a mudança.

    Como o estado da Califórnia permite escolher o sobrenome tanto do pai, quanto da mãe, Khloé optou por trocar o “Kardashian” por “Thompson”, sobrenome do seu ex-namorado Tristan Thompson, de 32 anos, atual jogador de basquete dos Los Angeles Lakers e pai de Tatum.

    Khloé Kardashian assume dificuldade de conexão com filho

    No primeiro episódio da terceira temporada de “The Kardashians”, transmitido no dia 25 de maio, Khloé desabafou sobre a experiência de ter tido um filho por meio de barriga de aluguel e relatou dificuldade de estabelecer uma conexão com o filho mais novo.

    “É a coisa mais estranha. Eu acho que há uma diferença quando o bebé está na tua barriga, o bebé realmente sente o teu coração. Não há mais ninguém neste planeta que vai te sentir assim por dentro”, explicou.

    A Kardashian ainda revelou que se sentiu culpada de tirar o bebê da mulher que o gerou. “Eu me senti muito culpada dessa mulher acabar de ter o meu bebê, e eu afastá-los (…) Gostaria que alguém fosse honesto sobre a barriga de aluguel e as diferenças dela. Ainda é ótimo, mas é simplesmente muito diferente”, concluiu.