‘Lilibet’: Harry e Meghan consultaram a Rainha sobre o nome escolhido para filha

Imprensa britânica afirmava que a monarca não havia sido informada; porta-voz garante que Harry consultou a avó antes de nomear a filha com seu apelido

Príncipe Harry e Meghan Markle
Príncipe Harry e Meghan Markle Foto: Karwai Tang/WireImage/Getty Images (9.março.2020)

Max Foster e Rob Picheta, CNN

Ouvir notícia

O príncipe Harry e Meghan, duquesa de Sussex, negaram uma reportagem na mídia britânica de que não perguntaram à rainha Elizabeth II sobre o nome de sua filha Lilibet, em homenagem ao apelido de infância do monarca.

Uma reportagem da BBC, que citou uma fonte não identificada do Palácio de Buckingham, afirmou que o casal nunca verificou se poderia usar o apelido antes de nomear seu segundo filho, que nasceu na última sexta-feira na Califórnia.

Um porta-voz do duque de Sussex disse à CNN que Harry falou com a rainha antes do anúncio e disse que ela apoiava a decisão.

“O duque falou com sua família antes do anúncio. Na verdade, sua avó foi o primeiro membro da família para quem ligou”, disse o porta-voz à CNN. “Durante essa conversa, ele compartilhou sua vontade de nomear sua filha Lilibet em sua homenagem. Se ela não tivesse apoiado, eles não teriam usado os nomes.”

O Palácio de Buckingham disse à CNN que não faria uma declaração oficial sobre o assunto.

Meghan Markle, Príncipe Harry, Rainha Elizabeth II e Príncipe Philip
Meghan e Harry apresentam seu filho Archie aos bisavôs: Rainha Elizabeth II e Príncipe Philip
Foto: Getty Images

Lilibet é o apelido de Elizabeth dentro da família real. Isso vem de sua infância, quando a então princesa era incapaz de pronunciar seu próprio nome corretamente.

A filha de Harry e Meghan, Lilibet ‘Lili’ Diana Mountbatten-Windsor, foi nomeada em homenagem à Rainha de 95 anos e à princesa Diana, a falecida mãe de Harry.

Seu nascimento foi anunciado neste domingo, com o casal dizendo que havia sido “abençoado” com a chegada de sua filha.

O apelido da rainha surgiu depois que seu avô, o rei Jorge V, imitou afetuosamente suas tentativas de pronunciar “Elizabeth”. Seu marido, o príncipe Philip, que morreu em abril, também chamou sua esposa pelo apelido de infância ao longo dos anos.

Quando a mãe da Rainha morreu em 2002, seu caixão continha uma única coroa de flores da monarca com um cartão assinado, “Em memória amorosa, Lilibet.”

(Esse texto é uma tradução. Para ler o original, em inglês, clique aqui)

Mais Recentes da CNN