Lontra viúva encontra novo amor por meio de um site de namoro exclusivo

Harris, uma lontra de Cornwall, encontrou Pumpkin, lontra de Scarborough; os dois viverão juntos, depois de ambos terem perdido seus parceiros anteriores

Harris e sua primeira parceira, Apricot, em 2019. Ela morreu há algumas semanas.
Harris e sua primeira parceira, Apricot, em 2019. Ela morreu há algumas semanas. Foto: Reprodução/Cornish Seal Sanctuary

Mallory Hughes, da CNN

Ouvir notícia

Um santuário de focas na Inglaterra fez um perfil de namoro para ajudar uma lontra macho solitária, que perdeu companheira após quatro anos de união.

Harris, uma lontra asiática de 10 anos, do Cornish Seal Sanctuary, em Cornwall, na Inglaterra, perdeu a parceira Apricot, quando ela morreu, aos 16 anos.

Ele se viu sozinho pela primeira vez em quatro anos e demonstrou estar perdido na solidão.

O time do santuário criou um perfil de namoro online para Harris, em um site fake de relacionamentos, que apelidaram de “Fishing for Love” (Pescando Amor, na tradução livre), na esperança de encontrar outra lontra que precise de amor e afeto.

“Sou muito atencioso, adoro carinho e sou um ótimo ouvinte”, dizia o perfil. “Vou te amar como nenhuma outra lontra.”

A equipe do Cornish Seal Sanctuary criou um perfil de namoro para Harris
A equipe do Cornish Seal Sanctuary criou um perfil de namoro para Harris, na esperança de encontrar seu novo par perfeito.
Foto: Reprodução/Cornish Seal Sanctuary

Harris chegou ao santuário em 2016, depois de ser rejeitado pela família, no Zoológico de Welsh Mountain.

A curadora do Cornish Seal Sanctuary, Tamara Cooper, disse que havia algo sobre Harris que o tornava o par perfeito para Apricot.

“Ele era um parceiro amoroso para Apricot, então quando ela morreu, algumas semanas atrás, ele ficou absolutamente perdido”, disse Cooper.

Como lontras naturalmente vivem em pares e Harris era um bom parceiro para Apricot, a equipe achou que ele merecia uma segunda chance no amor.

Por sorte, havia uma lontra chamada Pumpkin no santuário Sea Life Scarborough, que recentemente havia perdido seu parceiro idoso, chamado Eric.

Leia mais:

França vai proibir uso de animais selvagens em circos

Mais de 40 espécies de animais estão ameaçadas pelo fogo no Pantanal

“Pumpkin tem estado extremamente solitária, então ficamos muito satisfeitos de que Harris virá se juntar a ela”, disse o curador da exposição do Sea Life Scarborough, Todd German.

“Esperamos que sua chegada proporcione a Pumpkin conforto e companhia.”

Embora a introdução das lontras possa ser um pouco estressante e difícil, os dois times decidiram inserir Harris no habitat de Pumpkin, para que o macho se submeta mais facilmente à fêmea.

“Ficaremos muito tristes de ver Harris partir, já que ele é uma figura e tanto”, disse Cooper. “Mas vamos manter contato regularmente para saber como ele e Pumpkin estão se dando.”

Mais Recentes da CNN