Michael J. Fox diz que a doença de Parkinson mudou o tipo de papéis que ele assume

O ator contou que lembrar as falas se tornou mais difícil desde que ele foi diagnosticado

Michael J. Fox em 2021
Michael J. Fox em 2021 Charles Sykes/Invision/AP

Marianne Garveyda CNN

Ouvir notícia

Michael J. Fox diz que viver com a doença de Parkinson influenciou os projetos que ele seleciona em sua carreira de ator.

Em uma conversa com Mike Birbiglia para seu podcast “Working It Out”, o ator disse que lembrar as falas se tornou mais difícil desde que ele foi diagnosticado.

“Quando fiz o spinoff de ‘The Good Wife’, que é ‘The Good Fight’, não conseguia me lembrar das falas. Só tinha um espaço em branco na mente, não conseguia lembrar”, contou ele, contrastando essa experiência a de como ele se sentiu quando recebeu um roteiro no início de sua carreira, como em seu papel em “Family Ties”, de 1982.

“Eu dizia, ‘Estou dentro. Mallory, desligue o telefone.’ E continuou sendo assim para mim”, lembrou Fox. “Tinha 70 páginas de diálogos em um filme de [Brian] De Palma, e saber que uma filmagem de Steadicam extremamente cara depende de eu conhecer as falas – não podia ter um fio de suor na minha testa.”

Fox disse que aprendeu a se adaptar e relembrou uma cena desafiadora que teve durante as filmagens do programa “Designated Survivor”, de Kiefer Sutherland.

“Era algo legal e eu simplesmente não conseguia”, disse Fox. “Mas o que foi realmente revigorante foi que eu não entrei em pânico. Eu apenas disse, ‘Bem, é isso. Vamos em frente.'”

Fox disse que não aceita mais projetos com muitas falas.

“Não consigo me lembrar de cinco páginas de diálogo”, disse ele. “Então… eu vou para a praia.”

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN