Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    “Minha eterna gratidão a todos vocês”, diz Faustão após receber alta hospitalar; veja

    Apresentador, que estava internado desde o dia 5 de agosto, passou por transplante de coração há duas semanas

    O apresentador Fausto Silva, o Faustão, falou pela primeira vez neste domingo (10) após receber alta hospitalar
    O apresentador Fausto Silva, o Faustão, falou pela primeira vez neste domingo (10) após receber alta hospitalar Reprodução/Redes Sociais

    Lucas Schroederda CNN*

    São Paulo

    Após receber alta hospitalar na manhã deste domingo (10), o apresentador Fausto Silva, o Faustão, detalhou como deve ser sua recuperação depois de passar por um transplante de coração.

    “Agora eu tenho uma segunda fase, são mais dois, três meses de fisioterapia para recuperação. Mais uma vez, minha eterna gratidão a todos vocês. E vamos à luta”, afirmou Faustão em vídeo publicado nas redes sociais.

    “Estou em casa, iniciando uma nova fase. Mas antes, de novo, agradecimento eterno a cada um de vocês que rezaram, fizeram mensagens de solidariedade, de apoio. Tudo isso me ajudou muito nessa luta pela vida. Agradecer à família do doador, que eu não tenho palavras, mas vou rezar por eles o resto da minha vida”, disse Faustão.

    Faustão fala pela 1ª vez após receber alta

    Como foi o transplante de Faustão?

    Faustão recebeu o novo coração no último dia 27. O órgão veio de Santos, no litoral paulista, de helicóptero. Também nas redes sociais, a esposa do apresentador, Luciana Cardoso, compartilhou os bastidores da chega do órgão ao hospital na capital paulista.

    De acordo com a Secretária de Saúde de São Paulo, a partir do momento em que houve a disponibilidade do órgão, o sistema selecionou doze pacientes que atendiam aos requisitos para o transplante.

    Destes, quatro tinham prioridade. Faustão ocupava a segunda posição nesta lista e recebeu o órgão depois de a equipe do paciente que estava em primeiro lugar na lista de prioridade recusar o órgão.

    Após a cirurgia, sua mulher, Luciana Cardoso, compartilhou uma carta de agradecimento aos amigos, equipe médica e à família de quem doou os órgãos, entre eles o coração recebido pelo apresentador.

    Ela disse que, “em um momento de dor e sofrimento”, a família do doador “disse sim e permitiu que não só o Fausto pudesse ter mais tempo ao lado dos filhos, como tantos outros receptores que hoje estão comemorando essa recuperação”.

    “Fiquei muito feliz em saber que aqui, nesse mesmo hospital, uma pessoa por meio do SUS também recebeu desse mesmo receptor outro órgão e sua segunda chance de vida”, encerrou.

    Como funciona a fila de transplantes?

    No Brasil, todos os transplantes de órgãos respeitam o Sistema Nacional de Transplantes (SNT), sejam eles custeados pelo SUS, por planos de saúde ou pagos pelo paciente. Saiba mais nesta matéria.

    Segundo o cardiologista Lázaro Miranda, o paciente só entra na lista após ter seu estado de saúde avaliado pela equipe médica. Se ele e a família concordarem, o médico pode inseri-lo no SNT.

    Cada estado ou região organiza a sua própria lista e todas são monitoradas pelo sistema e outros órgãos de controle federais. A fiscalização é feita para que nenhuma pessoa conste em duas listas diferentes e nenhuma norma legal seja desrespeitada.

    *Com informações de Fernanda Pinotti, da CNN, em São Paulo