Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Morre Bob Barker, apresentador do clássico da TV americana “The Price Is Right”

    Barker, que esteve à frente da atração da "CBS" por mais de três décadas, também desenvolveu projetos para a proteção de animais

    Não foi informada a causa da morte de Bob Barker, que tinha 99 anos
    Não foi informada a causa da morte de Bob Barker, que tinha 99 anos Sonja Flemming/CBS via Getty Images

    Dan HechingMichael PearsonTodd Leopoldda CNN

    Bob Barker, o apresentador do programa da TV norte-americana “The Price Is Right”(O preço está certo, em tradução literal), que se transformou em uma figura querida da televisão pelo comando carismático, o senso de humor ligeiro e a defesa dos animais, morreu aos 99 anos.

    A notícia foi confirmada por seu representante Roger Neal. Nenhuma causa de morte foi fornecida.

    Por mais de três décadas, Barker foi o apresentador do clássico programa da CBS que pedia aos jogadores que fizessem lances em itens como um pacote de chicletes, uma pipoca e um cadeado de bagagem na esperança de ganhar, enquanto seus locutores alardeavam: “Um carro novo em folha!”

    O programa, que foi apresentado por nove anos nos anos 50 e 60 por Bill Cullen, voltou em 1972 com Barker. Ele ficou no comando por 35 anos, passando depois o microfone para o comediante Drew Carey em 2007.

    Barker ganhou 19 Emmys e um prêmio pelo conjunto de sua obra.

    Ele atribuía o sucesso de “The Price is Right” ao ritmo acelerado do jogo e ao foco na personalidade real de seus participantes, que, ao contrário do que acontece em outros programas, não passavam por testes ou ensaios antes.

    “Acho que os telespectadores gostam de ver pessoas como eles fazendo essas coisas no palco”, disse em uma entrevista em 2000.

    Apesar de toda a diversão que Barker tinha ao fazer “The Price Is Right”, ele encontrou sua verdadeira paixão na defesa dos animais.

    O apresentador dedicou seu nome, e uma parte significativa de sua riqueza, a programas para acabar com a crueldade contra os animais e reduzir a superpopulação de animais de estimação.

    O elemento mais visível dessa paixão era sua mensagem diária aos telespectadores de “The Price is Right” ao final de cada transmissão, quando  dizia: “Não se esqueçam de castrar seus animais de estimação!”

    “Como eu gostaria de ser lembrado? Como o homem que dizia: ‘castre seus animais de estimação’”, dizia.

    Começo

    Bob Barker, ou Robert William Barker, é, em parte, nativo americano e nasceu em Mission, Dakota do Sul, uma cidade de 200 habitantes na Reserva Indígena Rosebud, em 12 de dezembro de 1923.

    Ele contava que jogava basquete, pescava no reservatório local e se destacava como bom aluno. Sua mãe era professora e seu pai era trabalhava em uma prestadora de serviços.

    Barker frequentou a Universidade de Drury, em Springfield, no Missouri, com uma bolsa de estudos pelo basquete, mas desistiu dois anos depois para ingressar na Marinha dos Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial, depois de ver a fotografia de um aviador naval usado seu uniforme formal branco.

    “Eu pensei: se eu vou para a guerra, quero ir parecido com aquele cara”, disse ele à CNN em 2013.

    “Nunca tinha subido em um avião. Eu com certeza não pensei no que significava pousar um em um porta-aviões e nunca tinha visto o oceano. Mas eu adorei aquela foto.”

    Ele nunca chegou a combater. A guerra terminou antes que fosse designado para uma unidade marítima, então, em vez disso, ele voltou para a faculdade e começou a trabalhar no rádio, escrevendo notícias e fazendo um programa esportivo de cinco minutos para a estação de rádio KTTS de Springfield.

    Mais tarde, ganharia seu próprio programa de rádio em Los Angeles, “The Bob Barker Show”.

    Foi depois disso que ele teria uma chance na televisão.

    Ralph Edwards, o produtor e apresentador de “Truth or Consequences”, estava procurando um mestre de cerimônias para uma nova edição diurna de seu programa – um sucesso de longa data que Edwards havia começado ainda no rádio.

    Edwards ouviu Barker e o contratou para o trabalho.

    A NBC, que iria transmitir o programa, não se impressionou.

    De acordo com o livro “Television Game Show Hosts” (“Apresendores de game shows na TV”), a rede deu a Barker quatro semanas para provar suas habilidades.

    O programa foi um sucesso e Barker acabou comandando a apresentação por 19 anos, até 1975.

    Todos os anos, em 21 de dezembro – data em que Edwards lhe ofereceu o emprego – Barker e Edwards se reuniam para um drink comemorativo. Edwards morreu em 2005.

    VÍDEO – Famosos lamentam morte de Mc Marcinho

    Uma mudança fatídica

    Barker fez sua estreia como apresentador de “The Price is Right” em 4 de setembro de 1972 – mesmo enquanto continuava suas funções de apresentador de “Truth or Consequences”.

    Aos poucos, porém, a imagem de Barker foi ficando cada vez mais ligada ao bordão “desça aqui!”, usado no novo show para chamar os participantes na plateia.

    Ele contava em entrevistas que as pessoas costumavam gritar a frase para ele nas ruas, embora ela não fosse uma criação dele, mas apenas parte do roteiro diário do programa.

    Com o passar dos anos, o programa da CBS acabou se tornando um pedaço do tecido cultural americano, sendo a simpatia de Barker o principal motivo para isso.

    Ele lidava com agilidade tanto com os participantes mais dedicados – incluindo uma que perdeu a blusa quando pulava de empolgação – quanto com aqueles que simplesmente não conseguiam entender o jogo.

    A certa altura, em 1987, ele decidiu que não iria mais pintar o cabelo. O público o ovacionou de pé.

    “Há anos pintei meu cabelo e ele começou a ficar azul”, disse ele certa vez. “E, então, colocaram uma tinta permanente nele e ficou vermelho. Então decidi fazer algo patriótico e deixar que fosse branco. E aqui estamos.”

    Barker também veio com a advertência “esterilizar ou castrar seus animais de estimação” com a qual encerrava cada show.

    Segundo Barker, o ativismo animal ao qual ele mais tarde se associou surgiu gradualmente, em parte com a ajuda de sua esposa, Dorothy Jo Gideon, que morreu em 1981.

    Barker disse ao Arquivo da Televisão Americana que Gideon gradualmente parou de usar peles e couro e se tornou vegetariana, ajudando a abrir os olhos para a situação dos animais maltratados.

    Uma verdadeira mudança ocorreu durante a oportunidade de servir como presidente honorário da semana do “Be Kind to Animals” [Seja Gentil com os Animais] em Los Angeles, disse ele.

    “À medida que o fiz e me tornei cada vez mais consciente da terrível exploração dos animais, senti-me compelido a mudar a situação”. Barker também se tornou vegetariano.

    Bob Barker morreu aos 99 anos / Sonja Flemming/CBS via Getty Images

    Escândalo e ativismo contínuo

    Barker teve que suportar alguns pequenos escândalos. O apresentador teve um relacionamento de três anos com uma das “Barker’s Beauties”, a modelo “Price Is Right” Dian Parkinson, no final dos anos 80. 

    Posteriormente, Parkinson o processou pedindo US$ 8 milhões, alegando assédio e demissão injusta. Um juiz rejeitou a última ação e, posteriormente, ela abandonou a primeira.

    Embora Barker tenha dito ao Los Angeles Times, em 2000: “Estava tudo na mente das mulheres”, outras modelos também comentaram publicamente sobre os desafios com o apresentador.

    Além de seus apelos para reduzir a superpopulação de animais de estimação, ele criou uma fundação que fornece subsídios para campanhas de esterilização. Barker defendeu o fim dos testes em animais, lutou contra os maus-tratos contra ursos e outros animais mantidos em cativeiro em condições precárias.

    Ainda doou centenas de milhares de dólares para grupos de resgate de vida selvagem e outras organizações.

    Em 2008, ele fez uma contribuição de US$ 1 milhão para a faculdade em que estudou criar o primeiro curso de ética animal do país.

    Barker conquistou um novo grupo de fãs em 1996 com sua aparição na comédia de Adam Sandler “Um Maluco no Golfe”, na qual ele encerrou uma surra pastelão do personagem do protagonista com uma resposta atrevida: “Agora você já teve o suficiente, vadi*.”

    “Eu nunca gravei um ‘Price Is Right’ depois que ‘Um Maluco no Golfe’ foi lançado e o público não quisesse falar comigo sobre minha cena de luta”, disse ele.

    Ele estava orgulhoso de estar à frente do “Price Is Right”, mas ainda mais feliz com a campanha para esterilizar e castrar animais de estimação. O apresentador estava determinado a manter a campanha viva depois de sua saída, explicou em 2013, e não poderia ter ficado mais feliz porque o sucessor Carey sentiu o mesmo.

    “Quando fomos apresentados, antes que eu dissesse qualquer coisa, Drew Carey disse: ‘Bob, vou fazer aquela esterilização no final de cada programa, desde que eu seja o apresentador de ‘The Price Is Right’, ‘”, lembrou Barker. “Eu disse: ‘Drew, você é o cara’”.

    Barker deixa sua parceira de longa data, Nancy Burnet.

    Homenagens

    Duas das personalidades mais notáveis ​​​​associadas a Barker rapidamente prestaram homenagem nas redes sociais no último sábado (26).

    Adam Sandler disse: “O homem. O mito. O melhor. Um cara tão doce e engraçado para sair. Adorei conversar com ele. Adorei rir com ele. Adorei ele ter me dado uma surra”,.

    “Ele fará falta para todos que conheço! Dia de partir o coração”, continuou Sandler. “Amor para Bob sempre e sua família! Obrigado por tudo que você nos deu!”.

    Seu substituto de “Price Is Right”, Carey declarou: “Dia muito triste para a família ‘Price Is Right’ e para os amantes dos animais em todo o mundo. Não houve um dia no set em que eu não pensasse em Bob Barker e lhe agradecesse. Levarei sua memória em meu coração para sempre.”

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original