Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Morre Skowa, integrante do Trio Mocotó, aos 68 anos

    Cantor e guitarrista foi um dos grandes nomes da black music brasileira e fundou a banda Skowa e a Máfia

    Skowa estava internado em um hospital de Botucatu, São Paulo
    Skowa estava internado em um hospital de Botucatu, São Paulo Reprodução/Instagram

    Mariana Valbãocolaboração para a CNN

    O cantor Marco Antônio Gonçalves dos Santos, mais conhecido como Skowa, morreu na noite de quinta-feira (13) aos 68 anos. Ele estava internado em um hospital em Botucatu, no interior de São Paulo, após ter sofrido uma parada cardiorrespiratória.

    O artista integrava o Trio Mocotó desde 2003, além de ter fundado a banda Skowa e a Máfia, tendo liderado o grupo entre 1987 e 1991. Com a formação, eles ficaram conhecidos nacionalmente com o lançamento do “Atropelamento e Fuga”, de 1989.

    Nas redes sociais, o perfil oficial do Trio Mocotó lamentou a notícia. “Nossa tristeza é grande mas nosso amor por ele e todas as coisas boas que passamos juntos é maior”, escreveu o grupo na publicação.

    A atriz Marisa Orth também reagiu ao falecimento de Skowa e dedicou uma publicação a ele. “Perdi um amigo. Perdemos. Fica mais triste sem você, Skowa. Obrigada Amigo. E que artista vibrante. Ensinando tanto sempre. Obrigada. Luto”, escreveu.

    Skowa começou sua carreira profissional em 1975 e além de ter sido músico, ele participou de longas e curta-metragens no teatro e no cinema. Em sua banda Skowa e a Máfia, ele trazia influência da black music, do samba e do som caribenho.

    Após o fim da formação, ele criou o Grêmio Recreativo Amigos do Samba, Rock, Funk & Soul, no qual colaborou com Jorge Ben Jor.

    No Trio Mocotó, ele se apresentava ao lado de João Parahyba e Nereu Gargalo. O último show do grupo aconteceu no Festival Sesc de Cultura Negra, no Sesc 24 de maio, em São Paulo.