Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Novo filme de Olivia Colman, “Império da Luz” traz reflexão sobre problemas da vida real

    Filme do mesmo diretor de "1917" e "Beleza Amerina" chega ao Star+ nesta quarta-feira (24)

    Olivia Colman em "Império da Luz"
    Olivia Colman em "Império da Luz" Divulgação/Searchlight Pictures

    Marina Toledoda CNN

    em São Paulo

    O novo drama protagonizado pela atriz Olivia Colman (“A Favorita” e “The Crown”), “Império da Luz”, estreia no Star+ nesta quarta-feira (26).

    Na trama, ela dá vida a uma gerente de cinema que luta contra a depressão. Quando um novo funcionário chega ao estabelecimento, interpretado por Micheal Ward (“Gangues de Londres” e “Top Boy”), a protagonista se depara com uma outra realidade: a discriminação racial.

    Os dois encontram um sentimento de pertencimento em sua relação improvável e carinhosa, de forma que apoiam um ao outro nas batalhas individuais.

    O filme é dirigido e roteirazado pelo premiado cineasta Sam Mendes, conhehcido por seus trabalhos em “1917” (2019), “007 – Operação Sky Fall” (2012) e “Beleza Americana” (1999).

    Quem também está na trama é Colin Firth (“O Diário de Bridget Jones” e “O Discurso do Rei”), que interpreta o dono do Empire Cinema . Em entrevista, o ator disse que o diretor foi muito específico na abordagem da trama.

    “Eu acho que o Sam foi bem específico no tema saúde mental, e ele falou muito explicitamente que tem a ver com sua mãe e com a experiência dele. E acho que isso é algo muito importante para ele. É um roteiro maravilhoso, lida com tanta coisa“, revelou.

    “Eu realmente espero que um filme com isso permita que as pessoas ressoem questões de raça, liberdade condicional sexual e, com sorte, a possibilidade da música e do cinema serem algum tipo de vínculo em questões terríveis”, declarou Firth. 

    O ator Toby Jones, que vive um dos funcionários do cinema, acrescentou: “Há muito o que discutir e vai em tantas direções inesperadas. A maneira como o filme é feito sugere que esses temas vão além do filme. Eles não vão ficar satisfatoriamente amarrados no final”.

    Além do roteiro que aborda diversos problemas da vida real, que diversas pessoas no mundo todo enfrentam, o longa também conta com uma fotografia marcanta, assim como outros filmes do diretor premiados.

    Ambientado em um cinema de rua na década de 1980 na costa da Inglaterra, “Império da Luz” foi indicado ao Oscar de Melhor Fotografia neste ano.

    Foto: Divulgação/Searchlight Pictures

    Assista ao trailer