Oscar de 2021 pode ser o mais diferente em 93 anos de premiação

Será a primeira vez desde 2002 que o evento não vai acontecer no Dolby Theater, no centro de Los Angeles

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

A cerimônia do Oscar 2021 ocorre neste domingo (25). O evento será um dos mais diferentes da quase centenária história da premiação, a começar pela data. Por conta da pandemia, a celebração que normalmente ocorre no início de fevereiro foi jogado para o final de abril.

Será a primeira vez desde 2002 que o evento não vai acontecer no Dolby Theater, no centro de Los Angeles. O local vai receber parte da cerimônia, mas os convidados vão se reunir na Union Station, uma estação de trem desativada em Los Angeles que vai receber a nata de Hollywood.

Além das questões que envolvem a cerimônia, o Oscar de 2021 será marcado por uma mudança histórica no modelo de classificação dos filmes para a competição: por conta da pandemia, a academia liberou que filmes que não foram lançados no cinema possam competir, abrindo espaço para que lançamentos exclusivos do streaming possam competir.

Outro ponto inédito da cerimônia está na categoria de Melhor Diretor, que terá duas mulheres concorrendo.  Em 93 anos de festa, apenas 7 mulheres foram indicadas na categoria e apenas uma venceu. Em 2021 a americana Chloé Zhao, diretora de Nomadland, é uma das favoritas a levar a estatueta.

Tapete vermelho Oscar 2020
Os tapetes vermelhos do Oscar costumam reunir celebridades, jornalistas e fotógrafos antes das premiações
Foto: David McNew/Getty Images

(Publicado por: André Rigue)

Mais Recentes da CNN