‘Parabém’ pra você? no dia da língua portuguesa, confira curiosidades do idioma

Neste 5 de maio, os países lusófonos comemoram o Dia Mundial da Língua Portuguesa; a CNN preparou uma lista com a história de expressões famosas no Brasil

No Dia Mundial da Língua Portuguesa, conheça a origem e algumas curiosidades de palavras e expressões
No Dia Mundial da Língua Portuguesa, conheça a origem e algumas curiosidades de palavras e expressões Foto: Arte/CNN Brasil

Rodrigo Maia

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Nesta terça-feira (5), os países lusófonos comemoram o Dia Mundial da Língua Portuguesa. E um dos temas de estudo mais interessantes de qualquer língua é a origem das palavras.

Todo mundo adora as curiosidades sobre as mudanças que ocorrem ao longo da história. De onde veio essa palavra? Como o sentido mudou tanto? Por que escrevemos dessa forma?

Então, neste dia especial, a CNN homenageia o jeitinho brasileiro de usar o português. Veja algumas curiosidades de nosso idioma: 

 

1. Igreja

Essa palavra tem a origem latina ICCLESIA. Por isso, os assuntos relacionados à igreja são chamados de eclesiásticos. Qual a curiosidade? Somente no português, o “L” de Icclesia mudou para o “R” de Igreja. Em francês ficou église, em espanhol iglesia, em italiano chiesa. A mudança ocorreu apenas no português.

Talvez, agora, você entenda por que acontece o uso de pobrema, chicrete, brusa, framengo e Creusa. A mudança de L para R é uma característica do português. E ainda tem a palavra escravo, cuja origem é a forma latina sclavum, que também vai gerar a forma inglesa slave. O sclavum (com L) se tornou escravo (com R).

2. Estrupo

Sim, estrupo. Isso mesmo que você leu. Essa palavra existe e significa um estrondo ou uma rajada muito forte. Não é o crime de violação sexual. Podemos usar estrupo em um caso como: “O estrupo que ouvi daquele raio foi impressionante. Todos ficaram assustados com tanto barulho”. Estupro e estrupo são duas palavras similares na escrita, mas completamente diferentes no que diz respeito ao significado.

3. Parabéns ou Parabém? 

Você sabia que a palavra parabéns, usada para felicitar uma pessoa, é originada da forma singular “parabém”? É a junção de “para+bem”, ou seja, desejo algo para o bem de alguém. Portanto, se você quiser desejar apenas “uma felicidade” a alguém, pode dizer, tranquilamente, parabém a você.

4. Pagar

Quando você paga uma dívida, muitas vezes o sentimento é de paz. A dívida pode ser financeira, moral ou social. Tanto faz. Isso porque “pagar” vem do latim vulgar pacare, da forma clássica pax que significa paz. Portanto, o verbo pagar é originado da palavra paz.

5. Linchar

O verbo linchar significa “executar um criminoso por ação coletiva e sem julgamento prévio”. Se pensarmos na origem do vocábulo, linchar vem do inglês “to lynch”. Isso por conta do sobrenome do juiz norte-americano Willian Lynch, conhecido por fazer justiça com as próprias mãos. Isso originou a famosa lei de Lynch. Por isso, o verbo em inglês “to lynch” chegou à Língua Portuguesa como linchar.

 

6. Tratante

Tratante é uma pessoa que trata de negócios. Esse foi o sentido inicial da palavra. É o mesmo caso de estudante (aquele que estuda) e falante (aquele que fala). Há alguns séculos, tratante era a pessoa que tratava dos negócios de pessoas  nobres. Ele fazia a intermediação entre os negociantes. Mas, como os envolvidos não se falavam, o tratante começou a tratar muito mais dele mesmo e, assim, aumentar seus próprios ganhos, sem a ciência dos envolvidos. Por essa razão, o tratante ficou com a fama de desonesto ou trapaceiro.

7. Quintos do Inferno 

No período de colonização do Brasil, as navegações de Portugal transitavam entre os dois países. E quando uma embarcação chegava em terras portuguesas, vinda do Brasil, o povo falava: “Lá vem a nau dos quintos do inferno”.

O nome “inferno” era a forma como os portugueses chamavam nosso país. Já o termo “quintos” era uma referência ao imposto de 20% arrecadado do ouro extraído no Brasil, ou seja, “um quinto”. Aos poucos, essa expressão “quintos do inferno” recebeu o significado de um xingamento para mandar alguém a um lugar muito ruim.

8. Piscina

De acordo com o dicionário Houaiss, a palavra vem do latim “piscina” no sentido de viveiro ou reservatório de peixes. A palavra é derivada de piscis, que significa “peixe”. Isso quer dizer que, na piscina, em tese,deveriam estar peixes. Porém, na sociedade moderna, pegamos os peixes e os colocamos em um aquário, palavra originada a partir da forma latina “aqua” (água). Enquanto na piscina, ficamos nós, os seres humanos; no aquário ficam os peixes. Uma inversão interessante. Será que deveríamos chamar piscina de aquário e aquário de piscina?

9. Saxofone

O nome é francês, formado pela junção de “sax” + o + “phone” (som). A associação entre “phone” e “som” é fácil de entender. E o termo “sax”? 

A origem é do nome Antoine-Joseph Sax, um belga naturalizado francês que gostava de fabricar e inventar instrumentos, como foi o caso do “saxofone”, sito é, som inventado pelo “senhor Sax”.

10. Nhe-nhe-nhem 

Sim, essa palavra existe. É um substantivo masculino. A origem é na língua tupi, na qual “nheem” significa falar. Em meados do século XVI, aqui no Brasil, os portugueses achavam que os índios falavam muito. Então, eles usavam três vezes a palavra “falar” para representar esse tal “falatório”. Surge daí o nhe-nhe-nhem, que quer dizer “falar, falar, falar”. O nosso português é fascinante. Dez palavras foram apenas um aperitivo. A origem dos termos nos leva a viajar para milhares de lugares, culturas, ideias e sonhos. Como diria Fernando Pessoa: “Quem não vê bem uma palavra não pode ver bem uma alma.”

 

* Rodrigo Maia é editor do Jornal da CNN e pós-doutor em Língua Portuguesa

Mais Recentes da CNN