Prefeitura do Rio proíbe desfiles e blocos de rua durante o Carnaval

Comércio ambulante, geralmente autorizado anualmente para transitar nos eventos de rua pela cidade, também foi cancelado

Beatriz Puente*, da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

 

A Prefeitura do Rio de Janeiro estabeleceu novas regras para a semana de Carnaval nesta sexta-feira (5). Entre os dias 12 e 22 de fevereiro, estão proibidos os desfiles de agremiações e blocos carnavalescos. No Carnaval de 2020, quase 500 blocos foram credenciados para a festa popular na cidade.

O prefeito do Rio, Eduardo Paes (DEM), disse em coletiva de imprensa nesta sexta-feira que há um monitoramento da divulgação das festas por redes sociais para interditar eventos, e utilizou palavras duras para alertar a população. Pediu que as pessoas não sejam “otárias” gastando dinheiro com algo que não vai acontecer. A fala era uma referência à possibilidade de comprar ingressos para festas clandestinas que serão alvo de operações do município para que não sejam realizadas.

“Não comprem ingressos porque vocês têm uma enorme possibilidade de perder dinheiro que vão gastar comprando esse ingresso. Essas festas não vão acontecer. Nós estamos monitorando as redes sociais, esses sites conhecidos de venda de ingressos de festas. Nós não vamos permitir que essas festas aconteçam. Desculpe a expressão chula, ‘não sejam otários’ pra dar dinheiro pra quem não vai entregar o produto que tá vendendo”, disse o prefeito.

O comércio ambulante, geralmente autorizado anualmente para transitar nos eventos de rua pela cidade, com credenciamento especial, também foi cancelado. A entrada de ônibus e demais veículos de fretamento ficará proibida na capital, salvo para serviços regulares para funcionários de empresas ou para hotéis, cujos passageiros comprovem reserva de hospedagem. No ano passado, a capital do estado recebeu 2,1 milhões de turistas neste período, de acordo com a Riotur.

Apesar do cancelamento das festas carnavalescas nas cidades, a terça-feira de Carnaval, no dia 16 de fevereiro, segue como feriado na capital e em todos outros 91 municípios por decisão do governo do estado. O ponto facultativo da segunda-feira, 15 de fevereiro, foi cancelado pelo prefeito Eduardo Paes no início da semana.

Atualmente, a cidade do Rio está com alto risco de contaminação em todas as suas 32 Regiões Administrativas, segundo o último Boletim Epidemiológico, divulgado nessa sexta-feira, e já soma 17.535 mortes em decorrência de Covid-19, superando São Paulo em números absolutos.

A prefeitura do Rio divulgou na quinta-feira (4), o edital de incentivo aos blocos de Carnaval de rua do município. A previsão é de que mais de R$ 3 milhões em prêmios sejam disponibilizados. O edital deve ser publicado em março e pretende promover uma alternativa de renda aos profissionais que não poderão trabalhar por causa da pandemia da Covid-19.

Sob supervisão Thayana Araujo

Mais Recentes da CNN