Rapper Slim 400 morre baleado em Los Angeles aos 33 anos

Ainda não há informações sobre o que desencadeou os tiros e a autoria do crime

O rapper Slim 400 havia lançado um novo clipe nesta quarta-feira
O rapper Slim 400 havia lançado um novo clipe nesta quarta-feira Reprodução/Instagram

Debora Sandercolaboração para a CNN

Ouvir notícia

O rapper Slim 400 morreu baleado na noite desta quarta-feira (8). O artista de 33 anos foi atingido por tiros no bairro de Inglewood, em Los Angeles, mas ainda não há confirmação sobre o que teria desencadeado o ataque e a identidade dos suspeitos pelo crime. As informações são do site americano TMZ.

O rapper era considerado uma das grandes promessas em ascensão na cena do hip-hop na Califórnia. Nesta quarta, Slim havia divulgado um novo clipe para a música “Caviar Gold” (IceWata), que integra o álbum “Ice Wata Army”, lançado em agosto. Com 230 mil seguidores no Instagram, o artista usou a rede social para anunciar o lançamento do clipe. Nos comentários do post, fãs do rapper lamentaram a perda.

Nascido na Alemanha, o artista era filho de pais militares e vivia nos Estados Unidos desde a infância. Slim foi lançado pelo selo musical Pu$haz Ink, hoje extinto. O selo esteve por trás de artistas como YG e o produtor musical DJ Mustard, que em 2016 lançou com Travis Scott a música “Whole Lotta Lovin’”. Em 2019, Slim 400 passou perto da morte após ser atingido por nove tiros em uma emboscada em Los Angeles, enquanto visitava sua família em Compton, bairro onde cresceu.

Mais Recentes da CNN