Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Renato Aragão sai de hospital após sofrer AIT e agradece carinho do público

    Humorista usou seu perfil no Instagram para mostrar sua chegada em casa após internação

    Renato Aragão publicou vídeo para tranquilizar o público
    Renato Aragão publicou vídeo para tranquilizar o público Reprodução/Instagram

    Carolina Fariasda CNN

    São Paulo

    O humorista Renato Aragão saiu do hospital nesta sexta-feira (9) após passar mais de um dia internado no Rio de Janeiro ao sofrer um acidente isquêmico transitório.

    “Aí pessoal, ‘tamo’ junto. Obrigado pelo carinho. Um beijão pra todo mundo”, disse o artista ao chegar em casa ao lado da mulher, Lílian Aragão e ser recebido com festa pelo seu cachorro.

    Renato Aragão, que tem 87 anos, foi levadoao Hospital Samaritano Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, após “sentir um leve desconforto em sua residência”.

    “O ator está sob vigilância neurológica durante todo o tempo de estadia no hospital, relatando ter sido muito bem atendido e monitorado, sempre com muito carinho e atenção por parte de toda equipe médica”, diz nota enviada pela assessoria do artista na ocasião da internação, na quarta-feira (7).

    Segundo Diogo Haddad, neurologista e Coordenador do Núcleo de Memória do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, de São Paulo, o AIT é um sintoma neurológico ou um défict focal, ou seja, uma alteração de função nervosa de alguma parte do corpo. Por definição, segundo o médico especialista, ele deve desaparecer em 24 horas.

    “É um processo isquêmico. Por algum motivo algo interrompeu o fluxo sanguíneo adequado em uma área do cérebro e os sintomas aparecem. Esses sintomas podem ser variados. Podem ser motores, como perda de força por um tempo. Podem ser na linguagem, como dificuldade de fala. Mas você pode ter sintomas associados à tontura, alteração de visão. Tudo depende da área do cérebro afetada”, explicou Haddad.

    Mesmo que os sintomas desapareçam em 24 hora, o neurologista ressalta que é bem importante procurar atendimento médico e investigar as causas do AIT, que podem indicar predisposição para um acidente vascular cerebral (AVC).