Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Série “Cidade de Deus” terá protagonismo feminino e resistência da comunidade

    Nova produção da HBO Max teve elenco em painel da CCXP23 neste sábado e trailer mostrado pela primeira vez

    Roberta Rodrigues e Alexandre Rodrigues em painel da CCXP23 neste sábado
    Roberta Rodrigues e Alexandre Rodrigues em painel da CCXP23 neste sábado Pedro Jordão/CNN

    Pedro N. Jordãoda CNN São Paulo

    A série “Cidade de Deus” (HBO Max), gravada 20 anos depois do filme de mesmo título, terá protagonismo feminino e contará histórias de resistência de pessoas da comunidade.

    “Moradores da comunidade vão se juntar não para correr, mas, dessa vez, para resistir”, afirmou o diretor Aly Muritiba na CCXP23 neste sábado (2). Ele substitui Fernando Meirelles, do filme, na direção.

    Além dele, os atores Alexandre Rodrigues, Roberta Rodrigues e Andreia Horta também participaram do painel do evento e destacaram o papel das mulheres na nova produção.

    “Todas as personagens femininas [da série] estão na direção de suas próprias histórias. Todas elas são responsáveis por mudar os rumos dos acontecimentos”, disse Horta.

    “O mundo só vai mudar quando nós mulheres estivermos no controle”, completou Roberta Rodrigues.

    Questionados sobre as diferenças entre o filme e a série, Rodrigues explicou que a série será focada nas histórias das pessoas e no que elas vivem diariamente na comunidade.

    “A série, agora, vai falar das pessoas da comunidade, não da favela. Diferente do filme, a série fala das pessoas que vivem lá e que sofrem daquilo la”.

    O elenco ainda ressaltou a importância de “Cidade de Deus” para o cinema brasileira e internacional, tendo aberto uma nova modalidade, o “cinema de favela”. “Cidade de Deus mudou também o jeito da gente atuar”, disse Horta.

    O trailer da nova produção da HBO foi exibido em primeira mão na CCXP23. A estreia está prevista para 2024.

    Veja também – Steve Toussaint descobre pra quem o Brasil torce em “A Casa do Dragão”