‘Simpsons’ previram pandemia e insetos assassinos em 1993; veja outros acertos

Episódio da mais longeva série da história da TV mostra surto da doença 'Osaka Flu' e, depois, moradores de Springfield são atacados por abelhas assassinas

Cena de episódio de ‘Os Simpsons’ de 1993 em que a série mostra uma pandemia iniciada na Ásia
Cena de episódio de ‘Os Simpsons’ de 1993 em que a série mostra uma pandemia iniciada na Ásia Foto: Reprodução/ YouTube

Lisa Respers France, da CNN

Ouvir notícia

“Os Simpsons” continuam a ser uma série de cultura pop que faz (e acerta) previsões do futuro ao estilo de Nostradamus.

A série animada da Fox – a mais longa da história da TV – tem um episódio de 1993 que parece prenunciar os acontecimentos de 2020 com a pandemia do novo coronavírus e o recente episódio das “vespas assassinas”.

Intitulado “Marge in Chains”, o episódio da quarta temporada mostra um trabalhador asiático doente espirrando em um carregamento de espremedores que muitos moradores de Springfield desejam comprar, o que dá início a um surto de “Osaka Flu” (Gripe de Osaka, em tradução livre).

As pessoas entram em pânico e atacam um caminhão que acreditam carregar a cura para a doença. Em vez disso, no entanto, acabam abrindo um caixote com a inscrição “Abelhas Assassinas”, que as ataca.

No início desta semana, cientistas disseram ter visto vespas gigantes asiáticas – também conhecidas como vespas assassinas – no estado de Washington, e ainda não se sabem como elas chegaram lá.

Com mais de 5 centímetros de comprimento, as maiores vespas do mundo podem matar seres humanos com seu veneno se picar uma pessoa repetidas vezes.

Um dos roteiristas do episódio, Bill Oakley, disse inicialmente ao “The Hollywood Reporter” em março que não gostava de ver usuário na internet sugerindo que o episódio teria previsto a pandemia do novo coronavírus. “Não gosto que [o episódio] seja usado para fins nefastos.”

“A ideia de que alguém se aproprie dele para insinuar que o novo coronavírus é um plano asiático é terrível”, disse Oakley. “Em termos de tentar culpar a Ásia, acho isso nojento.”

Assista e leia também:

Os principais lançamentos de maio na Netflix e na Amazon Prime

Serviços de streaming: conheça as novas plataformas que chegam ao Brasil

Mas na quarta-feira, ele admitiu as semelhanças e tuitou: “ok, tudo bem, acho que sim [nós previmos]” em resposta a outro usuário do Twitter que dizia que o programa previu 2020.

E essa não foi a primeira vez que “Os Simpsons” acertaram com muita antecedência algum acontecimento do mundo real. Veja abaixo alguns exemplo de outras previsões acertadas da série:

Donald Trump presidente dos EUA

Em 2000, o show teve um episódio chamado “Bart para o futuro”, no qual fazia piada com a fato de Lisa, irmã de Bart, ter se tornado presidente dos EUA depois de Donald Trump. Eles não acertaram tudo, no entanto, como uma cena em que mostram Trump em uma escada rolante ou quando previram o mapa eleitoral da vitória de Trump.

Lady Gaga tocando no Super Bowl

A cantora participou do show em 2012 e fez um show em Springfield no qual ela voou pelo ar – como fez durante sua apresentação no Super Bowl em 2017.


Relógios inteligentes

Bem antes de dispositivos como Apple Watch e seus concorrentes existirem, “Os Simpsons” já tinham algo semelhante no pulso de seus personagens em um episódio de 1995.

Ataque a Siegfried e Roy por tigre

Siegfried Fischbacher e Roy Horn, famosos artistas de Las Vegas que trabalham com felinos, foram parodiados pelo show em 1993.

No episódio, um tigre branco ataca “Gunter e Ernst” durante seu ato como vingança por terem sido arrancados da vida na natureza.

Na vida real, Horn sofreu uma lesão no final da carreira em 2003, depois que um tigre o atacou durante um show.

Compra da Fox pela Disney

O programa parecia ter feito uma previsão do negócio 20 anos antes dele acontecer. Um episódio intitulado “When You Dish Upon A Star”, foi ao ar em 1998 e incluía uma placa na frente de um prédio que dizia “20th Century Fox, uma divisão da Walt Disney Co.”

Em 2017, a Disney anunciou a compra de grande parte da 21st Century Fox, dona da 20th Century Fox.

“A Disney anuncia que chegou a um acordo para adquirir a 21st Century Fox, como previsto por um episódio dos Simpsons que foi ao ar em 8 de novembro de 1998”, tuitou na época o repórter da ESPN, Darren Rovell.

Mais Recentes da CNN