Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Sucessor de Stan Lee diz esperar “filmes melhores” da Marvel

    Roy Thomas deu declaração em painel da CCXP23 nesta sexta-feira (1º); ele também elogiou o antigo chefe: "Melhor escritor de quadrinhos"

    Roy Thomas em painel da CCXP23 nesta sexta-feira (1º)
    Roy Thomas em painel da CCXP23 nesta sexta-feira (1º) Pedro Osorio/CNN

    Pedro OsorioPedro N. Jordãoda CNN

    São Paulo

    O quadrinista e escritor norte-americano Roy Thomas, sucessor de Stan Lee como editor-chefe da Marvel Comics, disse esperar que a produtora faça filmes melhores. A declaração foi dada em um painel da CCXP23 nesta sexta-feira (1º).

    “Espero que a Marvel faça filmes melhores. Eles faziam, mas os últimos não ficaram tão bons”, disse, durante participação no Palco Thunder. No entanto, Thomas não citou nenhuma produção específica.

    Thomas também elogiou Stan Lee, falecido em 2018, e considerado como o maior nome dos quadrinhos de super-heróis. “Penso nele todo dia. Ele foi o melhor chefe que já tive. Ele sabia exatamente o que e como fazer as histórias de heróis (…) Stan Lee era o melhor escritor de quadrinhos”, afirmou.

    O escritor ainda disse que, por anos, enquanto trabalhou junto de Lee, sentiu como se fossem “Robin e Batman”. Apesar de Thomas trabalhar para a Marvel, ele também teve passagem pela DC Comics no passado.

    “Quando você é o editor-chefe do Stan Lee, é como se você fosse o Bucky do Capitão América”, completou, desta vez fazendo referência a personagens da Marvel.

    Questionado sobre não ser o dono de vários personagens que criou, o escritor afirmou que o meio funciona dessa forma, mas que se soubesse que vários filmes seriam feitos teria criado muito mais heróis superpoderosos. “Se eu soubesse que, um dia, a Marvel faria vários filmes e me pagaria por isso, eu teria criado vários heróis”, brincou.

    A décima edição da CCXP23, maior convenção brasileira de cultura pop, ocorre até o domingo (3) na São Paulo Expo, na zona sul da capital paulista.

    Veja também – Nova série da Disney, “A Magia de Aruna” tem bruxas brasileiras e Rio de Janeiro distópico