Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Taylor Swift se torna primeira artista feminina a atingir 100 milhões de ouvintes mensais no Spotify

    Cantora fica atrás apenas de The Weeknd, artista masculino que detém 110 milhões de ouvintes mensais

    Taylor Swift se torna artista feminina mais ouvida do Spotify
    Taylor Swift se torna artista feminina mais ouvida do Spotify , EUA5/2/2023 REUTERS/David Swanson/Arquivo

    Nicoly Bastoscolaboração para a CNN

    São Paulo

    Com turnê mundial e lançamento de álbuns em sua agenda de 2023, a cantora Taylor Swift acrescenta um grande marco deste ano. Nesta terça-feira (29), a plataforma Spotify anunciou que a estrela alcançou o recorde histórico na plataforma ao se tornar a primeira artista feminina a ter 100 milhões de ouvintes mensais.

    De acordo com a plataforma de streaming, Taylor fica atrás apenas de The Weeknd, artista masculino que acumula 110 milhões de ouvintes mensais. Bad Bunny vem em seguida, com 80 milhões e Ed Sheeran completa o Top 4, com o número de 77 milhões de ouvintes mensais.

    “Comportamento de rainha. Neste 29 de agosto, Taylor Swift se tornou a primeira artista feminina do Spotify a alcançar 100 milhões e ouvintes mensais”, diz a publicação do Spotify.

    Atualmente, Taylor Swift está em turnê mundial com a “The Eras Tour”- que desembarca no Brasil e Argentina em novembro deste ano. De acordo com dados de pesquisa de agosto da empresa de pesquisa QuestionPro fornecidos exclusivamente à CNN, a turnê pode arrecadar US$ 2,2 bilhões (quase R$ 11 bilhões) apenas em vendas de ingressos na América do Norte.

    Em 2024, a cantora ainda passará por países da Europa e outra etapa nos Estados Unidos.

    Em outubro deste ano, Taylor Swift lançará a regravação de seu quinto álbum de estúdio, o “1989 (taylor’s version)”. Além de novos vocais e arranjos de hits como “Shake It Off”, “Style” e “Bad Blood”, a cantora afirmou que o álbum ganha cinco músicas inéditas, que estão “insanas”.

    A nova regravação integra a retomada de Taylor pelos direitos de suas músicas. A antiga gravadora de Swift, a Big Machine, vendeu as gravações master de seu catálogo musical em 2019, levando a cantora a gravar novas versões de seus álbuns antigos.

    A artista chegou a lançar o “Fearless (Taylor’s Version)” e Red (Taylor’s Version)” em 2021 e, em julho deste ano, o “Speak Now (taylor’s version)”.