Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Taylor Swift: veja como o novo álbum foi avaliado pelos principais críticos

    "The Tortured Poets Department", 11º álbum de Taylor Swift, foi lançado na sexta-feira (19)

    Taylor Swift apresenta primeiro show da "The Eras Tour", em 17 de março de 2023
    Taylor Swift apresenta primeiro show da "The Eras Tour", em 17 de março de 2023 Kevin Mazur/Getty Images for TAS Rights Management

    Flávio Ismerimda CNN

    São Paulo

    “The Tortured Poets Department”, novo álbum de Taylor Swift, tem sido um sucesso absoluto em vendas, mas não se tornou um consenso entre os críticos.

    Apesar de ter batido recordes no streaming e nas vendas físicas, o 11º disco da cantora norte-americana já acumula críticas negativas, que contrastam com elogios feitos em favor da alta capacidade de composição demonstrada por Taylor nas letras das 31 músicas lançadas.

    A CNN reuniu abaixo as opiniões de quatro dos principais veículos de música.

    Veja abaixo o que os críticos musicais pensam sobre “The Tortured Poets Department”:

    Pitchfork: nota mais baixa que Peppa Pig

    Uma crítica feita por Olivia Horn para a Pitchfork deu uma nota 6,0 para o novo álbum de Taylor Swift. O valor é menor, inclusive, do que o conferido pelo portal a um CD da Peppa Pig, famoso desenho infantil.

    “A edição estendida da antologia de ‘Tortured Poets’ dura mais de duas horas e, mesmo na versão resumida, sua sensação de expansão desce até o nível da música, onde a escrita de Swift é, na melhor das hipóteses, divertidamente desenfreada e, na pior, visivelmente carente de um editor”, diz Horn na avaliação.

    A comparação da nota obtida pela loirinha com da de Peppa Pig viralizou no X, anteriormente conhecido como Twitter. Por lá, fãs de outras cantoras que lançaram álbuns recentemente, como Beyoncé e Ariana Grande, reuniram as notas dadas:

    Metacritic: média inferior aos últimos álbuns

    O Metacritic, por sua vez, funciona como uma base de dados que reúne algumas das principais críticas em uma média de notas. Com ele, é possível encontrar um ponto médio da crítica musical sobre o álbum.

    A versão dupla do novo disco de Taylor Swift tem, até o momento, uma média de 69 pontos. O valor é inferior aos dois últimos álbuns da cantora. “Midnights” tem média de 85 e “1989 (Taylor’s Version)” tem 90.

    Rolling Stone classificou como “clássico instantâneo”

    A revista Rolling Stone, também conhecida pela tradição de crítica musical, deu nota máximo ao álbum e disse que a nova criação de Taylor Swift é um “clássico instantâneo”.

    O texto é assinado por Rob Sheffield e defende que “The Tortured Poets Department” é o disco mais pessoal já lançado pela cantora, que se notabilizou por falar de suas vivências amorosas em sua produção musical.

    “‘The Tortured Poets Department’ combina a intimidade de ‘Folklore’ e ‘Evermore’ com o brilho do synth-pop de ‘Midnights’ para criar música extremamente ambiciosa e gloriosamente caótica'”, diz o texto.

    NME: raro passo em falso

    A revista britânica NME, também famosa por suas reviews musicais deu 3 entre 5 estrelas para o novo álbum de Taylor Swift. Laura Molloy, autora da crítica, taxou o disco de “surpreendentemente monótono”.

    “Musicalmente, é um álbum praticamente desprovido de qualquer mudança ou evolução estilística perceptível”, diz o texto. “‘The Tortured Poets Department’ acaba perseguindo o próprio rabo com tentativas frenéticas de responder aos críticos, apesar da estatura atual de Swift.”

    Taylor Swift é compositora mais buscada na história do Google