Teatro de Madri cancela apresentação do Bolshoi após invasão da Ucrânia

O anúncio veio depois que a casa de espetáculos demonstrou apoio à Ucrânia durante uma apresentação no dia 27, quando levou uma bandeira do país ao palco

Vista do Teatro Real de Madri
Vista do Teatro Real de Madri 25/03/2016 REUTERS/Andrea Comas

Emma Pinedoda Reuters

Madri

Ouvir notícia

O Teatro Real de Madri afirmou nesta sexta-feira (4) que cancelou apresentações do prestigiado balé russo Bolshoi programadas para maio por causa da invasão russa da Ucrânia e pela “dolorosa emergência humanitária” que ela causou.

Milhares de pessoas teriam sido mortas ou feridas e mais de 1 milhão de refugiados fugiram da Ucrânia desde 24 de fevereiro, quando o presidente da Rússia, Vladimir Putin, ordenou o maior ataque contra um Estado europeu desde a Segunda Guerra Mundial.

“O Teatro Real lamenta não poder contar com esta companhia de prestígio, cujo diretor, Vladimir Urin, falou publicamente a favor da Ucrânia e contra a guerra”, disse.

A casa de espetáculos já havia demonstrado seu apoio à Ucrânia em 27 de fevereiro, quando, em uma apresentação de “Crepúsculo dos Deuses”, o cadáver de Siegfried foi envolto em uma bandeira da Ucrânia.

A invasão levou dúzias de empresas privadas e várias instituições a ou parar de operar na Rússia ou cortar laços com correspondentes russos.

O teatro de Madri disse que reembolsará os ingressos que já haviam sido vendidos.

Mais Recentes da CNN