Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Ted Lasso: uma das séries mais carismáticas dos últimos tempos

    Ted Lasso pode ser sobre muitas coisas: saúde mental, relações, liderança, machismo, amizade, competição…

    Jason Sudeikis venceu o prêmio de melhor ator em série de comédia por Ted Lasso
    Jason Sudeikis venceu o prêmio de melhor ator em série de comédia por Ted Lasso Divulgação

    Mari Palma

    SENHORA?
    SENHORA?
    VOCÊ JÁ VIU TED LASSO?

    Sim, se você esbarrar comigo no corredor da CNN ou em qualquer outro lugar, é bem possível que eu te faça essa pergunta. Mas longe de mim querer te vender alguma coisa – eu só quero um tempinho da sua atenção pra dividir o que provavelmente é uma das melhores e mais carismáticas séries dos últimos tempos.

    E, antes que você ache que essa opinião é só minha, atenção aos números: Ted Lasso já ganhou 11 troféus do Emmy, incluindo “melhor série de comédia” por dois anos consecutivos, e 2 Globos de Ouro – além de ter mais de 90% de aprovação no Rotten Tomatoes, que é uma tradicional plataforma de críticas e um dos principais termômetros desse universo. Ou seja, se tem tanto prêmio assim e tanta gente dizendo que é boa… você precisa parar o que você tá fazendo agora pra ler esse texto. Juro que é rapidinho.

    Primeiro de tudo: a história. Ted Lasso é uma série de drama/comédia que leva o nome do protagonista, um treinador de futebol americano que vai pra Inglaterra pra treinar um time de futebol. Mas não mais o futebol americano que ele tá acostumado, e sim o “soccer” – que a gente conhece bem aqui no Brasil. Ou seja, esportes com nomes iguais, mas com regras e técnicas completamente diferentes. A partir daí, a gente acompanha os desafios dele no novo país, com o novo time.

    Tá, então é uma série sobre futebol? Não. O placar dos jogos é só um detalhe. É aí que entra a genialidade e a grandeza de uma série com uma história tão simples. Ted Lasso pode ser sobre muitas coisas ao mesmo tempo: saúde mental, relações, liderança, machismo, amizade, competição… mas, na minha visão, é uma série essencialmente sobre esperança. Sobre acreditar.

    Mas não faz isso de um jeito chato e piegas de quem acorda às 6 da manhã sorrindo e dizendo que o mundo é maravilhoso. Muito pelo contrário: a ideia não é pregar o otimismo cego, mas o otimismo de quem tem problemas e ainda assim escolhe acreditar.

    Esse é o jeito “Lasso” de cativar e liderar um time – e é impossível assistir e não pensar em como a gente tá vivendo do lado de cá da tela. Nos nossos problemas, nos nossos compromissos, nas nossas relações… você tem vontade de ser uma pessoa melhor quando acaba o episódio. Sério.

    Melhor pra você e pra quem tá do seu lado. E é por isso que eu espalho a palavra Ted Lasso por todo lugar. Por também acreditar que ela pode fazer bem pra quem assiste. Porque no fim do dia, tudo que a gente precisa é de uma boa história com final feliz.

    Agora, além do programa na TV, você pode ficar por dentro das notícias do mundo pop com a newsletter PopNews, que sai duas vezes por semana: às terças, com textos especiais da Mari Palma e do Phelipe Siani, e às sextas, com lançamentos da semana, indicações do elenco e outras dicas pra você começar o fim de semana por dentro das últimas news do entretenimento. Inscreva-se aqui!