Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Vaza versão de “This Is What You Came For” de Taylor Swift; entenda a polêmica

    Na época do lançamento, a cantora usou um pseudônimo nos créditos de sua colaboração com o ex-namorado, Calvin Harris

    Reprodução

    Isabela Gadelhada CNN

    Nesta terça-feira (1º), a demo de “This Is What You Came For”, feat de Rihanna com Calvin Harris, vazou nas redes sociais.

    Em 2016, o hit chegou ao top 5 da lista Hot 100 da Billboard. Quando foi lançada, não se sabia que uma das compositoras era Taylor Swift, que namorava o DJ na época.

    A polêmica por trás da canção

    Segundo o TMZ, Taylor compôs a música em um piano e fez uma demo em seu próprio celular. Ela enviou para Calvin, que amou, e os dois foram ao estúdio para gravar uma nova demo com Calvin fazendo as batidas.

    Foi decidido que Taylor usaria o pseudônimo Nils Sjoberg nos créditos para que o fato de o casal ter composto junto não ofuscasse a canção.

    No entanto, no dia do lançamento, Calvin foi ao programa de rádio de Ryan Seacrest e, perguntado se faria um feat com a namorada, respondeu que nunca havia conversado sobre o assunto e disse não via aquilo acontecendo no futuro.

    Segundo o TMZ, o comentário magoou a cantora – no entanto, Taylor nunca comentou sobre o assunto.

    Em maio aconteceu o MET Gala, em que há vídeos dela dançando com o ator Tom Hiddleston, com quem namoraria após o término com Calvin Harris.

    Na discografia de Taylor, a música “Getaway Car” é comumente relacionada ao relacionamento com o ator que interpreta Loki.

    A letra é sobre um relacionamento usado para fugir de outro, já fadado ao fracasso, que ela compara com criminosos fugindo em um carro de fuga. “Eu queria deixá-lo, eu precisava de um motivo”.

    Ele estava correndo atrás de nós, eu estava gritando: Vá, vá, vá! Mas com três de nós, querido, é um show paralelo. E um circo não é uma história de amor, e agora nós dois estamos arrependidos.

    Taylor Swift - Getaway Car

    No dia 1º de junho, a revista People confirmou que Calvin Harris e Taylor Swift haviam terminado o namoro de 1 ano e três meses, à princípio, amigavelmente.

    No dia 13 de junho, representantes de Taylor Swift confirmaram que ela compôs a canção em colaboração com o DJ. No dia, Calvin Harris acabou fazendo vários tuítes que foram deletados depois.

    Na época, já havia sido revelado que Taylor Swift e Tom Hiddleston estavam namorando após serem fotografados se beijando em uma praia – duas semanas após o anúncio de término com o DJ.

    O músico retuitou a notícia da People sobre a participação de Taylor com o seguinte comentário: “E ela canta um pouco também [na música] – Letrista incrível e ela arrasou como sempre”.

    Depois, fez os seguintes tuítes:

    “Eu escrevi a música, produzi a música, fiz os arranjos e cortei os vocais. E inicialmente ela queria que fosse mantido em segredo, daí o pseudônimo”

    “O que me machuca é o fato de ela e seu time irem tão longe para tentar fazer com que EU pareça o malvado agora”

    “Imagino que, se você está feliz no seu novo relacionamento, você deveria focar nisso ao invés de tentar acabar com seu ex-namorado só pra ter o que fazer”.

    “Sei que você já terminou a turnê e precisa encontrar alguém pra tentar enterrar como Katy [Perry] e ETC, mas eu não sou essa pessoa, desculpe. Não irei permitir isso”

    Por alguns anos, Katy Perry e Taylor Swift travaram uma rixa, que hoje já foi deixada para trás e se tornou uma amizade. Perry até mesmo participa do clipe de “You Need To Calm Down”, em que ambas se abraçam.

    Na ocasião, o TMZ lembrou que Taylor Swift pode proibir Calvin de performar a música, mas nunca o fez. Calvin Harris, no entanto, já compôs uma música com a ex-namorada Rita Ora, chamada “I Will Never Let You Down” e, quando terminaram, ele a proibiu de cantá-la. Em 2014, apresentação da cantora no Teen Choice Awards foi cancelada por conta do aviso da proibição feito em cima da hora.

    Em 2017, Calvin Harris disse à revista GQ britânica que se arrepende dos tuítes sobre Taylor Swift. “Eu estava protegendo o que vejo como meu único talento no mundo de ser menosprezado. Parecia que as coisas estavam se acumulando em cima de mim e foi quando surtei”, desabafou.