Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Vida e obra do artista nova-iorquino Basquiat ganham nova exposição em NY

    Um dos maiores artistas do século 20, ganha mostra com mais de 200 pinturas, desenhos, objetos efêmeros e artefatos em projeto idealizado pelas irmãs do artista

    Quadro de Jean-Michel Basquiat em exposição em Londres
    Quadro de Jean-Michel Basquiat em exposição em Londres 01/11/2016REUTERS/Hannah McKay

    Andrew HofstetterAlicia Powellda CNN

    Por Andrew Hofstetter e Alicia Powell, da Reuters

    A vida pessoal e profissional do artista norte-americano Jean-Michel Basquiat está sendo compartilhada em uma nova experiência intitulada “Jean-Michel Basquiat: King Pleasure in New York City”.

    Mais de 200 pinturas, desenhos, objetos efêmeros e artefatos nunca antes ou raramente vistos de Basquiat, que morreu de overdose de drogas aos 27 anos em 1988, preenchem o espaço no edifício Starrett-Lehigh.

    As irmãs de Basquiat, Jeanine Heriveaux e Lisane Basquiat, criaram a exposição para mostrar Jean-Michel, seu trabalho e o contexto de onde ele veio e como viveu.

    “Queríamos ter certeza do que tínhamos – a paixão que sentimos pelo projeto e o amor que temos por ele”, disse Jeanine Heriveaux.

    “Uma das coisas que queríamos fazer era garantir que as pessoas que apreciam a arte de Jean-Michel tivessem uma experiência totalmente imersiva”, acrescentou Lisane Basquiat.

    As irmãs levaram de 18 a 19 meses para preencher completamente o espaço que foi criado com a ISG Productions. A dupla passou horas analisando o trabalho do artista.

    A experiência começa com “1960 – Introdução”, ano em que ele nasceu e onde se encontra o seu autorretrato, e depois transita para “Kings County”, local onde a família cresceu no Brooklyn. Outros ambientes incluem “World Famous” e “Ideal”, que mostram seu estúdio e acompanha os diferentes períodos de sua vida.

    Todos os itens exibidos são de propriedade do espólio, que a família diz que nunca venderá.