Will Smith renuncia à Academia do Oscar

Em comunicado divulgado nesta sexta-feira (1º), o ator se desculpou por suas ações "chocantes, dolorosas e imperdoáveis"

Brian Stelterda CNN

Ouvir notícia

Após dar um tapa no apresentador Chris Rock no palco do Oscar do último domingo (27), Will Smith anunciou em um comunicado nesta sexta-feira (1º) que renunciou à Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.

“Estou me demitindo da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas e aceitarei quaisquer outras consequências que o Conselho considere apropriadas”, disse Smith em comunicado compartilhado com a CNN por seu assessor.

A declaração de Smith concluiu: “Mudar leva tempo e estou comprometido em fazer o trabalho para garantir que nunca mais permita que a violência ultrapasse a razão”.

Após o episódio embaraçoso do Oscar de domingo à noite, a Academia anunciou na quarta-feira (30) que havia “iniciado um processo disciplinar” contra Smith.

David Rubin, presidente da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, disse em comunicado na sexta-feira que a organização recebeu e aceitou a “renúncia imediata” de Smith.

“Continuaremos a avançar com nossos processos disciplinares contra o Sr. Smith por violações dos Padrões de Conduta da Academia, antes de nossa próxima reunião do conselho agendada para 18 de abril”, acrescentou Rubin.

As ações disciplinares da Academia poderiam incluir suspensão ou expulsão, juntamente com “outras sanções permitidas pelos Estatutos e Padrões de Conduta”, disse a organização.

Em vez disso, Smith deixou de bom grado a aclamada organização de estrelas de cinema, diretores e produtores.

A declaração do ator nesta sexta-feira foi, de longe, a opinião mais arrependida de Smith sobre o assunto.

Ele inicialmente se desculpou com a Academia durante seu discurso na televisão ao receber o Oscar de melhor ator, cerca de 40 minutos após o tapa. Mas nesse discurso, ele não se desculpou com Rock.

Smith se desculpou publicamente com Rock no dia seguinte via redes sociais. Mas ele foi muito mais crítico consigo mesmo na sexta-feira, chamando suas ações de “chocantes, dolorosas e imperdoáveis”.

Leia a declaração de Will Smith na íntegra:

“Respondi diretamente ao aviso de audiência disciplinar da Academia e aceitarei plenamente todas e quaisquer consequências por minha conduta. Minhas ações na 94ª apresentação do Oscar foram chocantes, dolorosas e imperdoáveis.

A lista daqueles que machuquei é longa. E inclui Chris, sua família, muitos dos meus queridos amigos e entes queridos, todos os presentes e o público global em casa. Traí a confiança da Academia. Privei outros indicados e vencedores de sua oportunidade de comemorar e ser celebrado por seu trabalho extraordinário.

Estou com o coração partido. Quero colocar o foco de volta naqueles que merecem atenção por suas realizações e permitir que a Academia volte ao trabalho incrível que faz para apoiar a criatividade e a arte no cinema.

Então, estou renunciando como membro da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas e aceitarei quaisquer outras consequências que o Conselho considere apropriadas. A mudança leva tempo e estou comprometido em fazer o trabalho para garantir que nunca mais em permitir que a violência ultrapasse a razão.”

Veja os premiados e melhores momentos do Oscar 2022:

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN