Djokovic testa positivo para Covid-19 após promover torneio

O atleta contraiu o vírus depois de realizar o Adria Tour, campeonato de tênis que não seguiu normas de segurança de saúde e promoveu festas entre os jogadores

Henrique Andrade e Stephanie Bevilaqua, da CNN
23 de junho de 2020 às 11:39 | Atualizado 23 de junho de 2020 às 15:43

Em declaração publicada na manhã desta terça-feira (23), o tenista sérvio Novak Djokovic, considerado o melhor do mundo, anunciou que foi diagnosticado com o novo coronavírus. Sua esposa, Jelena, também contraiu o vírus. Em nota divulgada em seu site oficial, Djokovic diz não ter apresentado sintomas e que realizou o teste após checar em Belgrado (Sérvia), uma das cidades que recebeu partidas do Adria Tour.

O Adria Tour é um torneio organizado pelo próprio Djokovic e que vinha sendo criticado devido à falta de protocolos de segurança de saúde. O sérvio é o quarto atleta da competição a testar positivo para a Covid-19, junto dos jogadores Grigor Dimitrov, Borna Coric e Viktor Troicki.

Leia também
US Open de tênis ocorrerá sem público em meio à pandemia

Para Roger Federer, competições de tênis estão ‘muito longe’ de voltar

Nadal diz que temporada 2020 de tênis está ‘praticamente perdida’

“O torneio foi realizado com a intenção de enviar uma mensagem de união, solidariedade e compaixão. O tour foi planejado para ajudar tenistas em meio à suspensão das competições devido à situação da Covid-19”, afirmou o atleta. “Organizamos o campeonato em um momento em que o vírus estava enfraquecido, acreditando que tínhamos as condições para realizar as partidas”, completou.

Por fim, Djokovic pede desculpas pelos casos de infecção relacionados ao torneio e afirma que ficará em isolamento pelos próximos 14 dias, realizando um novo teste no dia 28 deste mês. O Adria Tour, com etapas em Belgrado e Zadar (Croácia), registrou arenas cheias, sem protocolos de uso de máscaras ou distanciamento social. Vídeos em redes sociais mostraram também festas envolvendo os atletas da competição.