Conmebol define data do retorno da Libertadores: 15 de setembro

Santos e Athletico Paranaense voltam a campo na retomada da competição continental

Gabriel Passeri Da CNN, em São Paulo
20 de julho de 2020 às 18:18 | Atualizado 20 de julho de 2020 às 23:05

A Conmebol anunciou nesta segunda-feira (20) a data de retorno da Copa Libertadores, paralisada desde março devido à pandemia do novo coronavírus. A primeira partida após a longa interrupção será entre Jorge Wilstermann (Bolívia) e Athletico Paranaense, no dia 15 de setembro, válida pela terceira rodada da fase de grupos. Todos os jogos serão realizados sem presença de torcida em um primeiro momento.

O Santos será o segundo clube brasileiro a voltar a jogar na competição, enfrentando o Olímpia (Paraguai) também no dia 15. Voltam a campo no dia 16 o Internacional, contra o América de Cali (Colômbia); Grêmio contra Universidad Católica (Chile); e Palmeiras que enfrenta o Bolívar (Bolívia).

Leia também

Libertadores volta em setembro com final só em 2021

Conmebol orienta jogadores a não cuspir ou beijar a bola

A bola rolará para Flamengo e São Paulo no dia 17 de setembro, quando os cariocas enfrentam o Independiente del Valle (Equador) e os paulistas o River Plate (Argentina).

Demais partidas: 

15/09 - Colo-Colo (CHI) x Peñarol (URU)
15/09 – Binacional (PER) x LDU (EQU)
16/09 – Estudiantes de Mérida (VEN) x Alianza Lima (PER)
16/09 – Independiente Medllín (COL) x Caracas (VEN)
17/09 – Racing (ARG) x Nacional (URU)
17/09 – Defensa y Justicia (ARG) x Delfín (EQU)
17/09 – Libertad (PAR) x Boca Juniors (ARG)
17/09 – Barcelona (EQU) x Junior Barranquilla (COL)
17/09 – Guaraní (PAR) x Tigre (ARG)